terça-feira, 22 de setembro de 2009

Armani Code

Há algum tempo, eu escrevi sobre a coisa mais legal que um homem poderia ouvir de uma mulher. Na ocasião, muita gente perguntou sobre o que eu ouvi, que declaração me deixou completamente balançado. Eu preferi não contar. Hoje, mudei de ideia.

Ah, mais um momento nostálgico deste blog.

Léia não chegou a ser namorada, mas foi uma mulher extremamente especial. Tive um relacionamento intenso com ela e curti cada momento. Por alguma razão que não se explica, o caso nunca se consolidou. Então, podemos concluir que Léia não chegou a ser uma "ex" no sentido clássico da palavra, mas ocupou um lugar importante em meu coração.

Certo dia, encontrei Léia em um daqueles encontros casuais. A gente conversou e tentou manter a compostura, a maturidade de um casal que se reencontra após um bom tempo.

Aliás, essa é uma lenda. Como é possível ficar indiferente à presença de uma pessoa que foi especial? Que teve toda uma intimidade com você? Papinho para boi dormir.

- Me dá uma carona? - Léia pediu ao final da noite.

- Claro.

Ai, ai, ai...

No caminho, ela comentou que havia se envolvido com um cara bacana. Eles viajavam muito e o sujeito era divertido e tals. Eu me resumia a concordar.

O que eu diriar em uma hora dessas?

Parei o carro em frente à portaria dela. Da mesma forma que parei tantas vezes antes. O perfume dela continua o mesmo: Armani. Foi ela que me ensinou a identificar certas fragâncias femininas.

Maluco, mulher cheirosa me tira do sério! Quando o perfume tem o tom certo chega a ser sádico. Mulher de vestido e com o perfume correto me derruba. Periga até me levaro ao altar.

Ficamos em silêncio durante algum tempo. Léia sorriu, me deu um abraço, os dois beijinhos protocolares e abriu a porta do carro. Antes de sair, olhou sobre o ombro e disse:

- Depois de você, eu segui a vida. Eu realmente me envolvi com outro cara. Foi legal. Quando ele me abraçava ou íamos para a cama, eu ficava muito irritada, porque ele não era você.

Assim. Seco. Sem rodeios e sem esperar uma resposta. Léia mandou esse míssil e saiu à francesa. Levou consigo o Armani e os cabelos esvoaçantes. Voltei para casa desnorteado, atordoado.

A declaração de Léia foi atordoante porque ela foi (é) especial. Porque foi um desabafo corajoso, direto, explícito e generoso. Não ficaram dúvidas no ar. Eu me senti um cara muito importante diante dela. Se fosse qualquer outra pessoa em outra circunstância, a tal frase seria banal. Vindo de quem veio, o impacto foi arrasador.

PS. Princesa Léia, demorou um pouco, mas você virou musa.

QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?

Amiguinho, que fofo, que meigo! As meninas especiais sabem usar as palavras com maestria. Veja como Léia teve a sensibilidade de lançar a bomba no momento exato em que você estava relembrando os amassos no carro. Ela sabia. As mulheres sempre sabem, mesmo quando acham que não sabem. Vai por mim, amiguinho. Você foi presa fácil. Anote uma dica poderosa: guarde mais esta lembrança como se fosse um Picasso, um Dali. Sacou a metáfora para algo inestimável, né? Ah, bom. Amiguinho, seja objetivo ao telefone. Nem todo mundo tem a sua vida mansa e pode ficar de conversa mole. Até a próxima!

30 comentários:

Ruiva disse...

Um elogio e tanto, Doug!!

É... essa semana foi a minha vez de ouvir algo assim. Bem nesse nível mesmo. rsrs
Mas acredita que fiquei triste? Acho que foi o contexto em que ouvi a declaração.

Beijinhos

Olivia disse...

Surfista, posso confessar q to morrendo de inveja de vc? Eu quero um homem q fale uma declaração assim! Se inveja matasse, estaria morta, agora. E a saída francesa, o que foi aquilo? Pois é, nessas horas eu acabo sentindo q falta em mim um toque feminino desses, de saber arrebatar.
Pelo menos cheirosa eu sou (ok, to me consolando).

Resumindo: amei o texto. beijos

RUInaldinho disse...

Muito bom cara!

maria disse...

Eu te entendo. Eu também já ouvi isso.

E por mais que vc queira manter o #mimimi de bom moço aqui, Surfista, esse tipo de confissão é uma massagem tailandesa no ego, e durante um tempo sua mente fica pulsando neste ritmo: "eu sou f*, eu sou f*, eu sou f*"

:)

beijo

Sra. F disse...

Ai, ai... Também estou querendo uma declaração dessas! Quero sentir que sou importante para alguém...que deixei alguma marca... Sei que fui (sou) muito importante na vida de uma pessoa, mas não do jeito que eu gostaria. A vida dá muitas voltas... Tô precisando ser musa de alguém, faz tão bem pro ego!

Anônimo disse...

Armani Code, muito bom!! Armani Diamonds, arrador!!

Anônimo disse...

Armani Code, muito bom!! Armani Diamonds, arrador!!

Digo que te amo... Mas só depois de um mojito! disse...

Concordo com a Maria, depois de uma declaração assim a gente para e pensa "É... eu sou o cara!".

Só tenho uma curiosidade, como o Surfista escolhe os codinomes que usa em seus textos? Com exceção da Inês, que já foi explicado num post anterior.

Danfern disse...

Eu só não entendi uma coisa...com esse trelelê todo, porque diabos vcs nunca namoraram ??????

:-P

Mia disse...

O que faz maior diferença talvez, não seja o q foi dito, mas quem disse.
Ouvir a coisa certa da pessoa certa com certeza faz toda diferença.
A Olivia disse que queria ouvir uma coisa dessas de um homem, talvez ela já tenha ouvido, mas não de quem ela queria ouvir.. então, acaba sendo meio esquecido.
Saber que a gente é especial pra alguém que significa o mesmo é uma das melhores sensaçoes que existe!

Surfista disse...

Armani Code é delicioso, mas o segredo não está no perfume. Sabe quem teve esse insight? A própria Princesa Léia.

Surfista disse...

MOJITO, sua pergunta é muito pertinente e é uma dúvida de muita gente que acompanha este blog. O sábio He-Man vai respondê-la em um post especial. Aguarde!

Alaina Paisan =) disse...

Ah, Surfista, você consegue me surpreender!

Mulher Maravilha disse...

Tô quase chorando aqui.

http://foradacurva.zip.net/ disse...

Lindo texto! Saudades docê

Surfista disse...

RUIVA, palavras soltas são palavras soltas. O contexto e as pessoa que fala são fundamentais para que elas ganhem importância. A MIA comentou com muita propriedade este aspecto.

OLIVIA, você tem a manha, Basta prestar um pouco de atenção às oportunidades.

RUINALDINHO, valeu, bicho!

MARIA, evito essas histórias para que não pareça que quero confete. Claro que adorei o que ouvi, mas não ficou a impressão de que sou o maioral.

SRA. F, para ser musa é preciso se permitir ser musa. Aí a coisa flui.

ANÔNIMO(A), só conheço o Armani Code.

DANFERN, são coisas sem explicações.

MIA, perfeito! Seu comentário foi completíssimo.

ALAINA, sério mesmo? Que bom!

MULHER MARAVILHA, não chore.

FORA DA CURVA, saudade de ti também, editora!

Sra. F disse...

Se permitir ser musa... E como seria isso? Acredito que seja algo espontâneo, e que muitas vezes não depende de nós, mas de como a outra pessoa nos enxerga.

Senhorita disse...

Queria tanto colocar um vestido e um perfume certo para vc. É uma pena que eu não possa!
Você é muito sensual!
Espero um dia ver quem será a moça que levará o sr. para o altar.

Mari disse...

Douguito,
Estou com saudades de vc! Mais tarde vou te ligar para chamar para o meu aniversário no sábado. Pode levar as suas musas, viu?
Aliás, será que alguma delas sabe se o vestido da foto é um Armani? Quero um igual!
bjs,
Mari

Dudu disse...

Uma certa navegante fez algo BEM parecido comigo esse ano. E por essas e outras sempre que passo por uma mulher usando um determinado perfume Carolina Herrera, eu entro em devaneios muito perigosos

Nadja G. disse...

Seu blog é fantástico. Adorei seu senso de humor!! Tô aqui lendo um monte de arquivos (e enrolando no trabalho). Beijos

as viciadas disse...

a mona arrazou com você hein?
ai, adorei o blog, adorei o moral da história he-man? hahahah

ai ai, assim eu não trabalho mais hoje, passar a tarde aqui lendo.

beijoones,L.

Surfista disse...

SRA. F, na minha humilde opinião, você se permite ser musa quando se descobre uma mulher bela e interessante. Isso vem de dentro e ganha ecos fora.

SENHORITA, uau! Eu também quero ver a moça que vai me levar ao altar.

MARI, e eu lá sei o vestido é ou não é um Armani. E outra parada: como você percebeu, atualmente, uma musa está conquistando a titularidade dos meus pensamentos.

DUDU, rapaz, todos já passamos por uma exoeriência do gênero. Quando eu digo que as mulheres têm o macete e o timing para esse tipo de coisa, não é brincadeira.

NADJA G. e VICIADAS, poxa, muito obrigado!

Anda muito difícil escrever. Além de falta de tempo, ando um pouco triste. Mas, como disse Chico Buarque, "vai passar".

disse...

ADOREI o blog, vc é simples, tem senso de humor, isso é uma das coisas que na minha opinião, cativa uma mulher. Continue nessa vibe que ainda renderão excelentes post para nós, ávidos de leitura, nos entregarmos ao deleite - ah e tem uma dicas nesse blog que são subliminares...

Mari disse...

Uau! Declaração no blog! Esta foi boa!
Vc sabe que eu torço mt por vc, né?

obs: As suas leitoras não saberiam dizer se o vestido é do Armani? Quero um igual!

Mulherzinha Sim! disse...

Uau!

Receber declarações desse tipo são ótimas mesmo, mas é o que você disse: depende do momento e de que pessoa ela parte.

Agora, me lembrei de uma muito especial, que me fez até chorar...

Sadhana disse...

Xuxu!!!
Simplismente amei, como já falei, estou apaixonada pela maneira que você escreve...
Olha, você conhece 212 Sexy da Carolina Herreira, Chance Chanel da Chanel, Very Irrésistible da Givenchy, ou ainda Obsession da Calvin Klein???...entre todos são os meus favoritos... e essa sua relação com perfume...torna tudo tão especial... ( pois eu também tenho essa relação ).
Certa pessoa, certo perfume, certa musica,certas palavras... realmente fazem com que os minutos ao lado de alguém se tornem momentos mágicos, encantadores e especiais, e acima de tudo inesquecíveis!!!!


Ps.Mary, o vestido é da Armani sim, mas ao menos que você esteje disposta a abrir mão de alguns 20,000 reais você conseguirá comprar um outro exemplar, pois esse vestido é no minimo de umas quatros coleções atrás.
Temos estilistas maravilhosos aqui no brasil, se você quer algo sensual?? porque não da uma olhada no trabalho do Carlos Miele?? Os vestidos dele são de arrazar!!!
Ou ainda fica a dica...ache uma costureira ótima, e torça pra que ela consiga fazer um vestido parecido com esse, já que você amou tanto o modelo, eu acho que vale à pena!!!! Bjs!!!

Surfista disse...

SADHANA, obrigado, obrigado e obrigado!!!

Mariah disse...

perigosas as sentenças que terminam em "reticências"...sempre há uma expectativa de recomeço.

Paula disse...

Esse é, de longe, o texto que mais gosto do teu blog. Ele sempre ficou na minha cabeça, sei lá por quê. Na época que eu li, aos 17 anos, eu não entendia direito como acontecia essa relação que tu descrevestes.

Hoje eu entendo. Entendo tanto que chega a ser dolorido - mas não vamos entrar no caso.

Enfim, só queria comentar aqui que mesmo depois de três anos eu ainda lembro desse texto e que, neste início de madrugada em especial, ele me consola de alguma forma.

Um beijo ;)