segunda-feira, 15 de junho de 2009

Peter Pan e a busca pela eterna lua de mel



Ando meio jururu. Não sei ao certo se é efeito do frio, do Dia dos Namorados ou do alinhamento de Marte, Júpiter e os anéis de Saturno na caçapa do meio. E lendo blogs legais de pessoas divertidas, achei um parágrafo que sintetizou bem as origens da minha melancolia.

Abro aspas para Sunflower. Saca só:

"(Você) Abre a gaveta da sua escrivaninha e ao invés de ter milhares de papéis recolhidos em bares com nomes desconhecidos, números de telefone esquisitos e datas de aniversários aleatórias, (…) a gaveta está totalmente organizada e limpa, com exceção das contas pagas, extratos de banco e um convite de casamento".

Essa moça de 28 anos e pensamentos revoltos foi de uma clareza espetacular! Nossas gavetas ficam organizadas, nossas vidas custam dinheiro que saem das nossas contas bancárias e as noites são recheadas de pensamentos andarilhos. Sem fazer cerimônia, nossa vil cabecinha nos leva a um passeio nos Natais de ontem, de hoje e de amanhã.

Sim, essa é uma referência à obra imortal do Charles Dickens. Se não me engano, a melhor adaptação foi "O Conto de Natal do Mickey", que sempre passa nas manhãs do dia 24 de dezembro.

Às vezes, bate aquela nostalgia esquisita. Aquele demoníaco complexo de Peter Pan refletido no mais puro desejo de ver "Vale a Pena Ver de Novo" em plena tarde de quarta-feira. Aquela sensação de vadiagem irresponsável e deliciosa. Pode uma coisa dessas?

E o homem responsável com sonhos e ambições? Aquele cretino que decidiu virar homenzinho, morar sozinho, preparar o próprio jantar (no micro-ondas) e contar essas coisas em um blog? Esse rapaz vive em uma busca constante pela mulher que vai lhe render a eterna lua de mel.

A eterna lua de mel existe. É um objetivo complicado, mas é assim que é legal. Acho que cada um tem a sua concepção da eterna lua de mel. Tem gente que acha que é o clima de namoro renovado a cada dia. Outros pensam que é a menina que desperta borboletas em seu estômago a cada nascer do sol. Tem guris que se contentam com orgasmos a cada lembrança da presença dela. Escolha uma. Crie a sua.

A eterna lua de mel é o pico do Everest: alto pra cacete, mas alcançável. Jorge Amado e Zélia Gattai, Johnny Cash e June Carter, Roberto Carlos e Maria Rita não me deixam mentir. O Rei amou tanto que ficou meio zureta depois da viuvez.

Nesse aspecto, um malandro que admiro é o finado Vinicius de Moraes. O cara casou sei-lá-quantas-vezes, mas foi estupidamente intenso em cada relação. Ele foi o mestre jedi da eterna lua de mel. Ele soube que é difícil, mas o gostoso de viver é cair de cabeça nessas aventuras. Vai que você dá sorte. Vai que eu dou sorte!

Ver o Flamengo ser campeão brasileiro também é uma missão árdua, mas a esperança de cada rubro-negro se renova a cada ano. Então, por que diabos não posso vislumbrar a eterna lua de mel?

QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?

Amiguinho, essa época fria do Rio de Janeiro está lhe causando efeitos esquisitos. O vitaminado e musculoso He-Man está preocupado com a sua pessoa. Meses atrás você foi ver "Benjamin Button" sozinho e teve um surto de inspiração e melancolia. Agora você está vendo seus amigos casando e fica borocoxô. Relaxa, garoto. O que é do homem o bicho não come. O teu está guardado – só não me pergunte onde. Isso é problema único e exclusivo da sua pessoa. Amiguinhos, não limpe os dentes com as unhas. Isso é nojento. Até a próxima!!!

PS. Pela reforma ortográfica, micro-ondas tem hífen. Infraestrutura não tem mais.
PPS: Mario e Karla, meus queridos amigos, você são a prova viva de que essa parada de eterna lua de mel existe. Que Papai do Céu mantenha vocês felizes pra caramba e que possamos tomar outros tantos porres homéricos juntos.

32 comentários:

Contorcionista disse...

Pensa assim ó: o inverno serve pra gente hibernar a mente, os sentimentos para depois voltarmos renascidos e fortalecidos para a primavera.

www.balzacsemprozac.blogspot.com

Olivia disse...

É, é fogo, isso pq vc mora no Rio e não é tão frio assim. Em Sampa, com esses dias nublados, noites frias, essa sensação de Peter Pan grita mais ainda, mas aí vc pensa em sair de dá um preguiiiiça e vc percebe q o tempo passa.
Mas antes q eu fique meio borocoxô como o He-Man disse (até q enfim alguém escreveu essa palavra certo), pense na lição do Feng Shui (não me pede pra falar isso): quando vc arruma as gavetas, deixa as coisas organizadas e espacos vazios, vc cria novos espaços, novas oportunidades na sua vida.
Inté.

maria disse...

Momento Poliana: agradeça por não ter ovários.

Jongleuse disse...

A Maria, como sempre, com as palavras certas. Agradeça por não ter ovários.

Dri Viaro disse...

Passando pra conhecer o blog, e desejar boa semana

bjs

aguardo sua visita :D

Danfern disse...

Outro casal exemplo: John e Yoko...

Pelo menos pra mim - é um dos casais que eu tenho em mais alta conta...

O cara mudou um monte de idéias pre-concebidas pra ficar com ela...eu acredito que ele foi mais feliz e realizado com ela.

A tua sorte virá, surfista! :-)

Digo que te amo... Mas só depois de um mojito! disse...

Agradeça por não ter ovários!!! ²

Anônimo disse...

Você está provocando as suas leitoras!
A visão periférica não melhorou não?

besos

JUJUbildes disse...

Ah, Doug... Tem momentos na vida que desejamos mesmo viver essa eterna lua de mel. Acontece com todo mundo. Mas para os homens ainda é mais tranquilo esperar... Nós, mulheres, ficamos preocupadas com o relógio biológico... Agradeça realmente por não ter ovários! Hehehe...
Mas vamos confiar que na hora certa acontece...
Beijos!

Danfern disse...

Perae, tb sou mulher mas vou defender o moço...:-P

Gente, os ovários não tem nada a ver com isso...ele tá falando em lua de mel, não em ter filhos...:-P

Tem casais felizes mesmo sem filhos...ou com filhos de relacionamentos anteriores...E os velhinhos tb podem ter lua de mel, oras (não que eu deseje que o surfista espere tanto, afinal ele ainda deve ser um garoto...rs)

Dudu disse...

Mermão, to na mesma vibe... Só nao consegui traduzir isso em palavras, muito menos com a habilidade que vc o fez nesse texto. Pra falar a verdade, to com dificuldade de traduzir muitas outras coisas em palavras (e por isso os blogs estão às moscas)

Mas ao menos te garanto que ser o homem que mora sozinho e faz a própria comida (e nao só no micro-ondas) é uma grande jogada com mais prós do que contras. A eterna lua de mel vai vir, não tenho dúvida, pois é somente para aqueles que a buscam

Deborah disse...

Tá vendo como é difícil, mesmo com graça e elegância como vc disse, encontrar quem nos faça sentir borboletas no estômago???

Vc tb tem graça e elegância e não conseguiu ainda!!!

E olha que as minhas (borboletas) nem ficam escondidas no estômago...

Anônimo disse...

A Eterna Lua de Mel taí para ser buscada. É como a tal da felicidade... você pode até não achar, mas tem que correr atrás.

Existem pessoas que são felizes apenas por buscarem a felicidade, sem alcançá-la.

Agora, para os românticos, o fim da Antena 1 (a light FM) pela Nativa foi de arrancar pentelho a pinça.

Onde a Sade vai cantar agora? Já não tem mais a JB FM, a Globo FM, Antena 1... Só nos resta a Paradiso.

A busca pela Eterna Lua de Mel com essas rádios atuais fica mais complicado.

Abs.

Marcos Borges

Sunflower disse...

As meninas ali em cima pedindo pra você agradecer por não ter ovários, e eu aqui sofrendo de uma crise de meia idade masculina em meus tenros 28 aninhos.

Como a culpa é minha e eu transfiro pra quem eu quiser, passo a batata quente para: revolução sexual, frangos com hormônio e propagandas de absorvente.

Pois afinal, está na hora dessa gente ranzinza mostrar seu valor. Oua falta dele.

beijas

Vulgo Dudu disse...

Isso me lembra aquelas manhãs cinzentas de sábado pós-porre de sexta, em pleno inverno, ao som "A night like this". É uma canção emblemática para mim!

http://www.youtube.com/watch?v=Ssu_6MXDcDA

Abs!

Jongleuse disse...

Ia concordando com tudo até chegar a parte em que você disse admirar a “eterna lua de mel” de Vinícius de Moraes.
Longe de buscar a eterna lua de mel, ele queria “apenas” a paixão. Aquele momento e agora. Nos primeiros sinais de dificuldade, nos primeiros sinais de um relacionamento lá ia ele, abandonar o barco buscando novas borboletas para preencher seu estomago. Certo? Errado? Quem sou eu pra julgar, mas não acho que seja exemplo de quem tenha vencido no amor.
No fundo eu (e arrisco dizer que praticamente todos nós) vivemos e sonhando com a eterna lua de mel, mas aposto que os outros exemplos que você deu, e principalmente o casal de amigos citado no final, não abandonaram o barco tão logo chegaram as dificuldades.
A Lua de mel fica ainda mais doce com o sabor da superação dos desafios.

Anônimo disse...

Ah surfista...eu, vc, um cobertor, muuuuito vinho e o vestidinho no chão....ai ai...rs...
Ass. Anônima Sapeca parte II

Mari Mayo disse...

Ahh, Dougg, mas vc tem total direito de ter ficado com esses pensamentos! Com um casamento lindooo daqueles, não tinha quem não saísse de lá desejando também ter a sua eterna lua de mel!!!

ps: viuu, como estou sempre por aquii! Dessa vez tive que postar! O casamento dos meus "papis" foi maravilhosoooooo!!!

beijosss

Bruna disse...

Nossa, isso é muito o q conversamos no MSN dia desses! Bj bj

Pedro Favaro disse...

Fala rapaz.
Certeira a menina hein?! Pensamento fantástico o da gaveta.

O como diria sua mãe (meu antigo blog) foi descontinuado e eu to em outro.Abraços

http://leavemedancingwithmyself.blogspot.com/

Surfista disse...

CONTORCIONISTA, será? O inverno é sempre inspirador.

OLIVIA, pois é, em Sampa, a sensação deve ser ainda mais gritante.

MARIA, JONGLEUSE e DIGO, os ovários masculinos são mais dolorosos. Ora, eles não existem.

JONGLEUSE, com o altar ou não, todos estamos sempre no encalço daquelas borboletas infinitas no estômago.

DRI VIARO, obrigado pela visita! Volta sempre!

DANFERN, John e Yoko são legais.

ANÔNIMO, minha visão periférica está descalibrada.

JUJUBILDES,

DUDU, estamos juntos na mesma cruzada, meu caro! E tu é um cara que merece a eterna lua de mel.

DEBORAH, pois é, o mar não está para peixe mesmo. Ou somos exigentes demais?

MARCÃO, tem a JB FM! Seu pensamento foi legal. A busca em vez da conquista. Quem sabe.

ANÔNIMA SAPECA, fica atiçando, fica! O anonimato tem essas vantagens.

SUNFLOWER, você é brilhante!

VULGO, manhãs cinzentas são ótimas para pensar na vida...

MARI MAYO, sempre soube que você acompanha minhas aventuras (e desventuras).

BRUNA, que bom que você perdeu a timidez. Nossa conversa me inspirou, menina.

FAVARO, ainda em falta contigo (e com muita gente). Faz tempo que não visito o seu blog. Vou anotar o endereço novo e te linkar.

Enquanto escrevo, o São Paulo vai se despedindo da Libertadores, o Kleber dá uma sacaneada palmeirense nos tricolores, meus pais estão passeando pelo Nordeste, me sinto escrotamente borocoxô e chego aos 31 anos de idade.

maria disse...

Não fique. Eu não vou te ligar agora pq é meio ridícula essa coisa de parabéns à meia noite, hehehe

Deborah disse...

Posso dizer que já fui bastante exigente, mas com o caminhar da idade as exigências foram caindo!

Agora você? Bem....é sim! Exigente demais!

Pronto, falei! Rs

Flávia disse...

Eu sempre preferi os Peter Pan. Gente que possui gavetas impecável e sistematicamente organizadas é apavorante para mim. Gavetas organizadas demais acostumam o cérebro (e talvez o coração) ao automatismo - estendeu a mão a esmo, pronto, tá lá. E a gente envelhece mesmo é quando esquece as manhas dessa coisa de buscar.


Beijos!

Princess disse...

“me sinto escrotamente borocoxô e chego aos 31 anos de idade”... esse seu dilema também me deixa extremamente borocoxô.
Mas, se serve de consolo, para MIM você é um exemplo! Exemplo de que passar pra casa dos 30 deixa a pessoa ainda melhor, com mais vontade de viver e lutar pelo que quer.
Você está um espetáculo com 31! ... o médico comprovou isso ;)
E larga essa mania de solidão! Por que ficar o dia inteiro em casa sozinho se poderia estar acompanhado?! *Calma Surfista, você vai achar a sua outra “metade da laranja”! É tudo apenas uma questão de tempo.
Um beijo

Adriana disse...

Não é o tempo, é a idade rs

brincadeirinha , melhoras !!!

Anônimo disse...

Se você não fosse um homem tão complicado, bem que eu tentaria alguma coisa com você.

Surfista disse...

ANÔNIMA DELICIOSAMENTE PROVOCADORA, pessoas cartesianas demais, exatas demais, correm um risco danado de se tornarem monótonas, previsíveis. Na minha humilde opinião, o objetivo "complicado" é aquele realmente instigante. Que graça tem a vitória se não há o desafio, a grandeza da batalha? E peço emprestadas as palavras da Flávia (logo acima): "E a gente envelhece mesmo é quando esquece as manhas dessa coisa de buscar".
; )

O jogo só acaba quando o juiz apita e aponta o centro do campo. E olha em que nem sempre acaba.

Dani disse...

Fiquei um tempão sem aparecer... e agora, quando terminei de ler o ultimo post e seus respectivos recados percebi que perdi um monte de coisa... a busca da minha lua de mel (tb queero!), um texto delicioso e seu aniversário!
Bom, achei gás!
Momentos bons, todo dia, pra nós!
Bjoo bjo!
Vc é um fofo*! Pronto, tive que falar...
...hahahaha

Mulher Maravilha disse...

Doug querido.
Esses seus textos... ah, como eu gosto deles. Estou passando por um perrengue grande. Tudo a ver com esse contexto... e com aquela história de Inês e Aparício, sabe? Aquela ilusão histórica que ganha um desfecho.
Beijos e melhoras pra nós dois!

Olivia disse...

Olha aí, pelo menos cantadas já está recebendo, já é um bom começo...

Surfista disse...

Fogo de palha, Olivia. Fogo de palha...