domingo, 23 de agosto de 2009

A fantasia de Dorotéia e o ventilador inconveniente

Lembre-se: o Surfista aumenta, mas não inventa. Esta é uma história verídica.

Dorotéia cedeu à insistência das amigas. Em uma tarde ensolarada, ela venceu seus grilos e entrou na sex-shop do bairro. Pela sua timidez, a visita foi curta, mas rendeu algumas comprinhas interessantes para dar um upgrade no casamento. Com os embrulhos na mão, nossa heroína estava decidida a tirar o seu marido de si.

Dorotéia planejou toda a programação da noite: jantar à luz de velas, vinho tinto, música ambiente, velas aromáticas e a surpresa comprada na lojinha. Aderbal, o marido, estranhou a produção, mas entrou no clima.

De volta ao apartamento, o casal já estava fervilhando.

- Calma, amor. Tenho uma surpresa que você vai adorar. Vai para a cama e me espera só uns cinco minutos.

Aderbal obedeceu. Ele estava adorando.

Homens adoram esses tipo de brincadeiras. Fico impressionado como as mulheres perdem excelentes oportunidades para sacudir a relação com essas estripulias. Ah, essas meninas...

No banheiro, Dorotéia rasgou o pacote com a excitação de uma criança que acabou de ganhar o presente de Natal.

- Vem logo, amor.

- Calma, Aderbal. Só mais um pouquinho.

O maridão estava com a mesma energia dos tempos de namoro. Enquanto aguardava a sua surpresa, fechou as janelas e ligou o ventilador de teto do quarto.

- Você está na cama, Aderbal?

- Sim.

- Está pronto?

- Vem logo, amor.

- Você promete que não vai rir?

- Prometo.

Por que as mulheres têm esse receio? Homens só ririam se ela surgisse fantasiada de ganso ou coisa parecida. Fantasias são estimulantes e algumas são extremamente incendiárias.

Dorotéia entrou no quarto com a fantasia de colegial clássica: saia xadrez, meia ¾, blusinha branca com nó entre os seios e gravatinha. Transbordando sensualidade, Dorotéia se tacou nos braços do maridão.

- Olha bem a sua colegial, gatinho – e ficou de pé na cama.

- Dorotéia, cuidado com o ventila...

CATAPLAFT!

O avisou não chegou a tempo e uma das hélices do ventilador atingiu em cheio a nuca da colegial. Foi desmaio instantâneo.

1 hora depois...

Deitada, Dorotéia abriu os olhos em quarto branco com ar-condicionado quase glacial. A cabeça latejava e tudo parecia girar. Aos poucos, ela percebeu que não estava mais em casa.

- Aderbal?

- Aqui, amor. Você desmaiou e eu te carreguei para o hospital. Que susto! Eu fiquei fora de mim. Você só levou uns pontos na nuca.

Dorotéia foi recuperando a consciência e...

- Aderbal, você não trocou a minha roupa? Eu ainda estou fantasiada!!!

- Não tive tempo, amor. Fiquei apavorado.

Do corredor, ela ainda ouviu o diálogo entre as enfermeiras:

- Leva esses analgésicos para a paciente do leito 12.

- Quem? A colegial sapeca?

QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?
Amiguinho, é impossível culpar a doce Dorotéia. No calor do momento, com a fantasia funcionando lindamente, a pessoa perde a noção do que está ao seu redor. Isso envolve o ventilador de teto. Bom, a lição básica vai para as mulheres: queridas, homem é uma criança grande e com pêlos demais. Ele adora um brincadeira, uma surpresinha. Quebre a rotina e você, cara leitora, terá sempre um escravo sexual. Ouçam aos ensinamentos do Todo-Poderoso He-Man e boas compras na sex-shop. Amiguinho, tome pelo menos um banho por dia. Até a próxima!!!

11 comentários:

Daniela disse...

Querido 'Surfista Rubens', a intenção até que foi boa, mas coitada da Dorotéia! Pra quem tinha receio de entrar numa sex-shop parar num hospital fantasiada de colegial deve ter sido um pesadelo!
Espero que ela insista na idéia de encendiar o casamento, talvez até encontre alguma enfermeira na loja de artigos. Pessoas devassas a parte, gostamos muito de sapequice! rs
Adoro me divertir com seus causos. Ainda quero ser musa no Rio! São Paulo faz um frio...

VERU disse...

huhauhau coitada, q micooo!!! XD
Bem, podia ser pior, e ela ta fantasiada de coelhinha da playboy... u.u
Sabia q aqui no Japao a fantasia campea de vendas eh a de colegial?? E nao eh so em sex-shop q vc acha nao, em lojas de devartamentos da p/ encontrar tranquilo! ^^

Contorcionista disse...

Mas a culpa é do Aderbal! Quem mandou colocar ventilador em teto baixo (rs)!

Catherine disse...

Oi!
Eu já disse que te acho sensacional? Rs

Dias de paz!!

Dudu disse...

Essa foi pauleira !!! Mas não chega perto da sua história da fantasia de Pato Donald na Terê Fantasy :D

Potira disse...

Até hoje me pergunto como alguns diretores de colégio mantém uniformes colegiais... Acho que faz parte da fantasia deles!

Camille disse...

Que situação!
Pobre Dorotéia...
O pior é ouvir o comentário das enfermeiras...rs!
Agora, confesso que fiquei curiosa com a história da fantasia do Pato Donald...
Conta para a gente Surfista...Conta!?

Sra. F disse...

Saindo totalmente do assunto, li sua última postagem no twitter e senti uma vontade imensa de ser aquele tipo de mulher...

Mulherzinha Sim! disse...

Imaginei a cena... Ri demais!

Há uns dois meses, comprei uma algema para colocar no meu namorado, mas na hora de usar, achei que a abertura não estava 100%. Na dúvida, achei melhor não arriscar.

Mulherzinha Sim! disse...

Imaginei a cena... Ri demais!

Há uns dois meses, comprei uma algema para colocar no meu namorado, mas na hora de usar, achei que a abertura não estava 100%. Na dúvida, achei melhor não arriscar.

Surfista disse...

DANIELA, Peraí, Rubens? De onde saiu esse nome? Enfim... o cargo de musa está sempre aberto.

VERU, japoneses adoram uma ninfeta de saia xadrez e meia 3/4. Quer saber? Eles estão certos.

CONTORCIONISTA, ou quem mandou a Dorotéia ser alta?

CATHERINE, eu? Poxa, obrigado.

DUDU, bela lembrança a do Pato.

POTIRA, que bom te rever por aqui, rapaz.

CAMILLE, já contei a aventura do Pato Donald. É uma das minhas favoritas. Saca só: http://surfistaplatinado.blogspot.com/2007/09/maldito-pato-donald.html

SRA. F, obrigado! Talvez você seja e nem sabe.

MULHERZINHA, voltou! Guarde as algemas para um momento posterior.