domingo, 16 de agosto de 2009

O novo dono da bola


Prólogo I

Personagens: Janice e eu.
Local: Casa de sucos na Barra da Tijuca, pois Janice não se aventura no álcool. No máximo, um vinhozinho bem isolado.

- Você ainda fala com o Demétrio? - toquei no assunto.

Demétrio é o ex-namorado da Janice. Ela não admite, mas ainda gosta dele.

- Só de vez em quando. Eu soube que ele está namorando.

- Sério? E você conhece a fulana?

- Não conheço. Também não quero, sabia?

- Ciúmes?

- Acho que vai ser estranho.

- Você vai se comparar?

- Não sei. Talvez.

Prólogo II

Personagens: Rocha e eu
Local: Bar no Parque das Rosas, Barra da Tijuca

- Sabe a Darlene? - começou o Rocha.

Opa! Darlene é uma ex-namorada minha. Não é a Inês. É a mais recente.

- O que tem ela?

- Tá namorando.

- Que bom. O cara é legal?

- Não tive muito contato, mas tenho que te contar um coisa. Rapaz, você me conhece e sabe que eu não sou de achar macho bonito e tals.

- Fala logo, Rocha.

- O cara é pintoso pra cacete.

Momento glossário: no Rio de Janeiro, macho que é macho não chama outro macho de bonitão. O termo politicamente correto é "pintoso". O problema é quando o substantivo vem com um advérbio de intensidade ("pra cacete").

- Espero que ele cuide bem dela.

Mudamos de assunto, mas o grau de boniteza do cidadão me deixou grilado.



Leitor gente fina, o que as duas historinhas de mesa de bar (ou casa de sucos) têm em comum? Não vale dizer que é recalce.

A desconfiança diante do atual administrador da(o) sua(eu) ex. É o cara ou garota que frequenta onde você já frequentou. Acredito que a comparação está diretamente ligada à natureza do ser humano.

Ora, o bicho homem é competitivo horrores.

Eu sou o primeiro a vestir a carapuça. Confesso que me comparo aos atuais das minhas ex-namoradas. Faço um scan no sujeito com olho clínico, com direito a uma análise instantânea do que ele tem melhor ou pior que eu. E vou além. Se por um acaso, eu descubro que vou estar no mesmo evento social que a ex e o atual, eu capricho no figurino.

Ah, é ruim do malandro me visualizar em trajes mundanos. Vou deixar o caboclo com a mesma pulga atrás da orelha que eu tenho. Esse tipo de atitude infantil não parece coisa de filme do Woody Allen? É engraçado, ?

E, por incrível que pareça, uma breve pesquisa com algumas amigas revelou este ponto em comum: por mais desencanadas que estejam, nenhuma delas gostaria de ser vista de calça de moleton, camiseta "Vote Collor 1989" e meia furada.

No final das contas, constatei que essa atitude mongol faz o mundo girar e a fila andar. Como? Bom, ficando tchutchuco para não fazer feio diante da ex e seu atual "primeiro-damo", você acaba despertando a atenção de outros bons partidos. Faz sentido para você?

QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?
Amiguinho, à sua atitude infantil e mentecapta não cabem justificativas. Se quer evitar comparações com o atual gestor do ex-playground, conte para o titio He-Man: por que terminou? Já que perdeu ou passou a sua fase, assuma e deixe chover na grama alheia. Que coisa feia ficar agourando. Até acho tolerável ficar bem na foto para mostrar que você tem lá o seu valor, mas ficar se comparando? Faça-me o favor. Já para o canto da disciplina. Vai pensar no que você fez.

14 comentários:

Olivia disse...

Olha, acho q vou levar bronca do He-man pq faço o mesmo. No meu caso ainda acho q meu ex podia ter escolhido melhor e falei isso pra ele....rs...ok, eu sei q não vou pro céu!
Tudo isso pra dizer somente uma coisa: eu te entendo!
Beijos

VERU disse...

hauhauhauhau, "vote Collor 89" foi do bau, hem??? Se eu for citar cada ponto otimo dos seus textos, vou escrever uma biblia! XD
Concordo c/ vc em tudo, nao me estenderei! So queria saber, cade o recado do He-Man p/ os amiguinhos?? =O(
E comentando a Olivia, tipo qndo da p/ dizer "nao podia arranjar algo melhor?" a gente fica meio bolado pq, po, "me trocar por esse tribufu?" eh o q pensamos logo. Mas ca entre nos, nao eh beem pior qndo a troca eh feita por uma Angelina Jolie/Brad Pitty nao?? Eh melhor ta por cima q por baixo! Ainda bem q existem os tribufus, hehehe XD

Sofia disse...

Oh He-man espertinho, e se não fui eu que terminei? Aí fica realmente difícil curar a dor de cotovelo né... Eu achava q só mulher q ligava para essas coisas de comparar, mas os homens também ligam, só não confessam isso com tanta facilidade, né? Que bom que você não é assim. Abraços e visite o Amor Engorda.

Surfista disse...

SOFIA, He-Man desconhece a rejeição.

Vi disse...

engraçado, mas você tem razão....


Por mais que a gente saiba que embalagem não é determinante sobretudo quando estamos falando de algo diferente de one night stand, essa coisa de pelo menos parecer pareo é uma constante... Uma questão de ego...

Acho, entretanto, que quando a intensidade de desconforto é diretamente proporcional ao quanto esta "falecida (o)" ainda incomoda....

Tempo que não Venho aqui, mas seus textos, sempre leves e bacanas =D

besos

Dudu disse...

Não é a toa que o cramulhao diz 'vaidade sempre foi meu pecado predileto' no final de 'Advogado do diabo' (ops, nao era pra contar? :D)

Nao adianta, por mais desapegado que sejamos, lá no fundinho a gente compara. O lance é reconhecer que isso acontece, nao tratar como um bicho de sete cabeças, e encarar isso como um aprendizado para os proximos relacionamentos

Contorcionista disse...

É por isso que digo: ex bom, é ex morto!

Camille disse...

Surfista...
Não costumo realizar comparações nestes casos. Cada um é cada um, com seu cada qual!rs...
Mesmo porque, um relacionamento engloba muito mais coisas...Que só dizem respeito aos dois envolvidos.
Agora, devo confessar que com relação à aparência/ embalagem, também jamais apareci mal arrumada para as atuais. E como tu mesmo disse: "Bom, ficando tchutchuco para não fazer feio diante da ex e seu atual "primeiro-damo", você acaba despertando a atenção de outros bons partidos."
Sou mais eu!rs...
Boa semana!

Olivia disse...

Veru, eu prefiro se me troca por uma angelina jolie, pq daí, não dá pra comparar né...rs

Lorenna Eunapio disse...

Olá!
Adorei "calça de moleton, camiseta Vote Collor 89". Muito bom!

Ah, comparações são inevitáveis, ainda mais se não foi você que terminou. Mas como você disse, o He-man não conhece rejeição, né? E por isso fica dando broncas.

Não sabia que homem também ligava para essas coisas. Pensei que fosse coisa só de mulher. Bom saber!! Heheh!

Muito bom seu blog, Surfista! Adorei!

Bjs

Fabiana disse...

Comparo mesmo!!!Ah é bom comparar, ainda mas quando a "sujeita" é ,digamos menos privilegiada.Só o gostinho de passar na frente do "Dito cujo" mostrando o que ele perdeu vale a pena.São as regras do jogo...Sedução sempre...
bjos


FaByYy

Alaina Paisan =) disse...

Melhor ainda comparar se ela for "RRRRRRRRRROROSA" e/ou burra e/ou lesada! Seu ego sobe e tudo fica mais divertido! Mas ela for linda, inteligente e blablabla, eita sofrimento!

Deborah disse...

Que coincidênia ler esse texto exatamente hoje!!!
Amanhã vou num casamento e meu ex estará com sua atual namorada!
Mas estou tranquila pois já conheço a figura e ela é feia de doer no osso!!!! Hehehe

Que massagem no ego!

Beijo

Surfista disse...

OLIVIA, você não é a única. Como eu disse, a mulherada se compara mesmo. E os homens também. O que muda é a intensidade.

ALAINA e VERU, essa é uma questão milenar: é melhor ser trocado(a) por algo melhor ou por algo muito pior? O que é menos bizarro?

VI, volta sempre. Concorco com você. O incômodo está diretamente ligado ao interesse pela(o) ex.

DUDU, a gente se compara mesmo!

CONTORCIONISTA, não seja tão radical, querida!

CAMILLE, seja sempre mais você!

LORENNA, He-Man, o ser de sabedoria incomensurável, não dá broncas! Ele dá uns toques.

FABIANA, sedução sempre!

DEBORAH, perto de você, a fulana vai ter que se esforçar para ficar bem na foto.