segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Quer ser meu amigo?

Vamos combinar uma coisa: de uns tempos para cá, as redes sociais se tornaram mais que vitrines dos indivíduos. Elas se tornaram registros dos sonhos e aspirações de milhões de pessoas. Olha, caberia até uma tese de sociologia ou antropologia sobre o assunto, mas eu prefiro me ater ao ângulo tosco deste comportamento. Ao trabalhar diretamente com análises e ações de marketing voltadas para orkuts e facebooks, descobri que esse pequeno universo reserva um manancial de bizarrices.

Sim, pois desde que as Casas Bahia facilitaram a compra dos computadores em 783 prestações sem juros e as lan houses se multiplicaram pelo Brasil, a web caiu no gosto do povão. Só que os PCs Positivos não têm um aplicativo para o bom senso. Diante deste cenário, pensei em algumas dicas rápidas para evitar que usuários incautos sejam ruborizados por uma irresistível onda de vergonha alheia.

1. Eu na PQP!!!
:: O perfil é seu, né? As fotos são suas, correto? Então por que diabos publicar fotos com legendas do naipe "Eu no Maracanã", "Eu em Cachoeira de Macacu", "Eu na padaria", "Eu na Rua Augusta"?
:: Seja coerente, pelamordedeus! Se você faz uma foto na piscina e coloca "eu na praia", a pessoa do outro lado da telinha vai achar que você é esquizofrênico.

2. A sereia da pedreira e o Capitão Caverna
:: Se você quiser exibir o seu corpitcho, tenha certeza da sua boa forma. Não estampe no seu avatar uma pança de mamute, dobrinhas de um boneco da Michelin ou o quadril em forma de lâmpada. E visual bicho-peludo-Tony-Ramos-primo-It, nem pensar! Em resumo, fotos sem roupa, só se estiver com a academia em dia. Faz foto vestidinho mesmo que fica muito bonito, viu?

3. Gisele Bündchen wannabe
:: Se rolar aquela vontade de fazer um book amador, seja prudente. Poses, caras e bocas devem ser apreciadas com moderação ou você, amiga leitora, poderá cair em um dos milhões de sites de sacanagem com fotos garfadas em redes sociais. Pense duas vezes antes de posar de quatro, com bumbum empinado e dedinho na boca. Entretanto, se você quiser disputar uma vaga entre as dançarinas da Gaiola das Popozudas, vai fundo e me passa o link!
:: Preste atenção nas locações escolhidas. Fazer beicinho de Gisele Bündchen na laje do barraco é desaconselhável. Outra dica é dar uma geral o seu "estúdio", tirando calcinhas penduradas, roupa espalhada e uma garrafa de Guaraná Pakera, que pouco agrega à cenografia. Ah, dá uma olhada na locação e evite fotografar na obra, ao lado de paredes infiltradas, pintura descascando etc.

4. Maldito português "difíssiu"!!!
:: Como diz um dos mandamentos, "não assassinarás (o português)". Não existe "que eu seje" ou "que eu esteje". Exceção se escreve assim. "Mim" não faz nada, pois "mim" não conjuga verbo. "Ansioso" é com "s", pois a palavra primitiva é "ânsia". "Concerteza" e "derrepente" não constam no Aurélio.

5. As diferentes formas de chamar a atenção
:: Se você se chama Luziwanda, por que usar mil símbolos? ¥¥ £uzi₩@nd@ ¥¥ ??? Olha, seu nome não vai ficar mais maneiro com esses caracteres. Lamento!
:: Eu acredito que a pessoa que envia zilhões de recados animados (flashes, gifs e outros breguetes) para TODA a sua lista de amigos deveria pagar cestas básicas a uma instituição de caridade por seis meses. Eis um bom projeto de lei!

6. Johnny Bravo em ação!
:: Que ver um marmanjo com filme carbonizado? Confira murais de recados cheios de gatinhas escrevendo "Quem é você?", "Desculpa, de onde nos conhecemos mesmo?" ou "Não lembro de você". O cara deveria virar um avestruz e enfiar a cara na areia.

QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?

Amiguinho, a internet é a terra de Marlboro. Todo mundo publica o que bem quiser, comenta sobre tudo e dá pitacos em tudo. Se até você tem um blog há três anos, nada mais me surpreende. Então, deixe a criançada brincar de ser modelo, atleta, popular ou super-herói. Daqui a pouco, elas encontram um brinquedo novo e cansam do Orkut. Amiguinho, não assoe o nariz e limpe na manga da camisa. Eca! Até a próxima!!!

4 comentários:

RUInaldinho disse...

Não é à toa que existe um blog só pra comentar (quiçá avacalhar!) as "grandes tolices" que se encontram no Orkut...
Abraço!

Nadja G. disse...

Cara, sou contra foto de biquini em redes sociais por melhor que seja o corpitcho... sabe por quê? Porque muitas vezes a pessoa tem o chefe no facebook, ou colegas de trabalho,e né? Não sei se é uma boa o chefe te ver fazendo pose de sereia. Quer dizer, depende do seu trabalho, né?

Beijos

Ruiva disse...

Ótimo, Nadja!! Depende do trabalho. rsrsrs
Mas fazer o que, né mesmo? O que falta ao mundo é bom senso. Devia vender nos mercados e farmácias!

Mulherzinha Sim! disse...

Surfista, ótima abordagam. Nossa, também tem coisas que me irritam demais na internet. Além dessas legendas "Eu em Paquetá", me indignam também as que são do tipo "eu toda linda na formatura". Jesus! A pessoa já postou a foto, então deixa que os outros comentem!!!

Também odeio quem escreve com linguagem de retardado... "Miguxa", "te adolo", "S2"...

E mudando completamente de assunto, Surfista, já que você trabalha com ações de marketing voltadas para o Orkut e Facebook será que eu poderia te enviar uma entrevista sobre esse assunto? Tô fazendo uma monografia de pós-graduação ligada a este tema. Se puder, me dá uma resposta lá no blog.


Beijos