quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Coisas que aprendi com Clint Eastwood

Um pequeno tributo a um exemplo de artista persistente e indivíduo "brabo", sem perder a ternura, Aperta o Play e vem comigo!


:: Com Clint, aprendi que posso envelhecer com tesão pelo trabalho.
:: Com Clint, aprendi que barba por fazer deixa o sujeito com cara de mau.
:: Com Clint, aprendi que falar entre os dentes deixa a frase ainda mais temível. Experimente falar "vá em frente, punk. Faça o meu dia" sem descolar os dentes e veja como fica ainda mais amedrontador.
:: Com Clint, aprendi que é possível ser sensível sem perder a macheza!
:: Com Clint, aprendi que é possível chegar aos 80 anos lúcido, elegante, criativo e rabugento.
:: Com Clint, aprendi a adorar filmes de faroeste.
:: Com Clint, aprendi a temer o poder de fogo de uma Magnum 44.
:: Com Clint, aprendi que minhas bobagens profissionais são remediáveis. Clint fez "Rookie" e "Honkytonky Man" antes de conceber pérolas como "Os Imperdoáveis", "Gran Torino" e "Sobre Meninos e Lobos".
:: Com Clint, aprendi que "Um Mundo Perfeito" é um filme subestimado.
:: Com Clint, aprendi que, mesma na melhor idade, eu ainda posso ter sex-appeal para engabelar
a Rene Russo.
:: Com Clint, aprendi que eu posso reverter desastres em coisas positivas. Aos 21 anos, o soldado Clint sobreviveu a um acidente aéreo, nadou 5 km e foi promovido de recruta a treinador de natação.
:: Com Clint, aprendi que é possível fazer um trabalho respeitado por contemporâneos e várias gerações posteriores.
:: Com Clint, aprendi que é possível ser bem-sucedido, mesmo sendo um músico frustrado. Clint queria tocar jazz, mas nunca conseguiu.


QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?
Amiguinho, hoje aprendemos uma valorosa lição. O tempo é inexorável (não sabe o que é "inexorável"? Google it!). A melhor foram que você pode lidar com ele é fazer como o oldmuddafocker Clint Eastwood: amadureça com qualidade. O que eu quero dizer? Quanto mais perto da morte chegar, mas tenha tesão pela vida! Amiguinho, não deixe acumular tralhas no seu quarto! Até a próxima!!!

6 comentários:

RUInaldinho disse...

Ótimas lições...esse cara é um mestre mesmo...

Abraço!

Cadeta disse...

Assisti As Pontes de Madison com a minha mãe e via o Dirty Harry com meu pai.
Clint é mesmo o cara... Chucro, rústico virado bicho, e elegantíssimo, trés chic!!!

Sempre quis um Clint só pra mim!

(momento confissão)

Luiz Mendes Junior disse...

Aprender a temer o poder de fogo de uma Magnum 44. Valorosíssima lição, sem dúvida. Deus salve clint (vem aí o filme sobre Edgar Hoover. Tomara que seja bom.)

Thaís Alves disse...

Adorei a homenagem! :) O cara realmente merece! Abs!

Navegante disse...

E o Clint ainda é o cara que eu gostaria de ter visto como 'Batman'. Especialmente se filmassem o 'Cavaleiro das Trevas' do Frank Miller

Maria disse...

eu poderia escrever um poste assim sobre as coisas que aprendi com a madonna (sério, penso nisso às vezes). mas é melhor não.