quinta-feira, 5 de junho de 2008

A maldição do homem adesivo

Elis tem olhos assombrosamente azuis e bonitos, mas implica com os meus. Deixa a entender que tenho um olhar sacana, malicioso demais. Segundo ela, eu não preciso dizer nenhuma saliência ou safadeza para qualquer mocinha. Basta lançar uma olhadela assim de lado que ficam evidentes meus objetivos lascivos - mesmo quando não tenho qualquer segunda intenção. Não sei se é um crítica, mas tomo como um elogio.

Mas, não são os meus olhos castanhos que direcionam esse texto. Mais uma vez, são os dois topázios de Elis que protagonizaram um história bem curiosa. Sim, as mesmas pedras preciosas que já salvaram uma tarde no Maracanã. Só que dessa vez, o tiro saiu pela culatra.

- Quer namorar comigo? - devia ser o terceiro ou quarto programa a dois de Elis e um engenheiro escandinavo altão com jeito de bom moço, o qual vamos chamar de... Gruud. A menina ficou surpresa com a velocidade do cara em firmar um compromisso, mas topou. Não tinha nada melhor para fazer, estava sem nenhum alvo em particular e o tal norueguês preenchia alguns requisitos básicos.

- Vamos tentar - assinou o contrato.

No dia seguinte, Gruud ligou cedinho para dar bom dia. Depois ligou ao meio-dia para desejar um bom almoço. Ao fim da tarde, telefonou novamente para dizer que o pôr-do-sol estava lindo. Trinta minutos depois, voltou a entrar em contato para desejar uma boa noite.

- Muita cortesia, muita cortesia - pensava Elis com uma pitada de desconfiança sobre onde estava amarrando seu burro.

Fora as ligações, eram dúzias de torpedos amorosos. Recadinhos tão adocicados que o celular poderia sofrer de hiperglicemia. Elis começou a se preocupar, pois era o segundo dia de relacionamento.

Gruud não cansava. Eram convites para jantar, cinema, teatro, museu, festa, bar, raves, sambas, casmentos, batizados, passeios aqui e ali... ufa! Parecia que o cara tinha decorado a agenda do jornal. Elis sacou que estava numa arapuca dos infernos. Gruud era pouco. O loirão altão era um Super Gruud.

Decidida a encerrar a experiência bizarra, Elis buscou a melhor forma de mandar o cara para escanteio. Enquanto procurava a maneira mais delicada de pedir para Gruud sumir do mapa, decidiu não atender suas freqüentes ligações. Possuído por algum exú telefonista, o namorado surtou. Em algumas horas, ele ligou 76 vezes, deixou 24 mensagens e enviou 54 torpedos (dados registrados pelo DataFolha e publicados no Diário Oficial). Nossa heroína de belos olhos azulados trocou a irritação pelo medo.

- Vai que o cara é um tipo de Norman Bates ou Hannibal Lecter... sei lá - Elis me contou no auge do temor.

- Seja gentil com o desmiolado. Ele entenderá - aconselhei, como se fosse um expert no assunto.

Ela seguiu a dica e conversou com Gruud. Explicou que tudo estava seguindo um rumo estranho, que ela descobriu não estar preparada para um relacionamento, que ele era um cara excelente e todas essas colocações positivas que as mulheres bacanas dizem quando querem se livrar de um sujeito sem que ele fique (muito) na vala.

Adoro esses clichês. Eles me divertem...

Gruud entendeu? É ruim, hein? Diante de uma Elis estarrecida, o cara chorou copiosamente. Parecia estar perdendo a grande paixão de sua existência terrena. Por sorte, estavam em um lugar público e Elis ficou um pouco mais segura. Pediu licença, se desculpou por tudo e picou a mula sem olhar para trás.

Fim.

Mentira. Tem mais.

No dia seguinte, ou melhor, na madrugada seguinte, Gruud ligou para ela. Elis acordou e reconheceu o número no celular.

- Sem noção filho de uma....

Atendeu.

- Fala Gruud. Sabe que horas são? Eu digo pra você. São 4:15 da manhã de sexta-feira...

Buááááááaáááá!

Gruud parecia uma criança desmamada.

- Tô ferrada! Esse cara é um psicopata, um maníaco depressivo. Vai se matar e deixar uma carta botando a culpa em mim - antecipou a tragédia grega. Mas, Elis segurou a onda e foi tomada pelo instinto maternal. Ouviu as lamúrias do infeliz ex-namorado maluco até o dia clarear. Por incrível que pareça, deu certo. Gruud continuo ligando, mas foi diminuindo gradativamente. Ainda está vivo, o que indica que desistiu do suicídio.

Segundo a última informação de Elis, Super Gruud estava de namorada nova.

Fim (de verdade e com a trilha sonora de "Psicose").


QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?
Amiguinha de olhos desconsertantes, uma mocinha do seu quilate não pode ficar catando papel na ventania. Saiba valorizar o seu passe e não permita que qualquer candidato ganhe a vaga assim fácil. Exija currículo, CPF, comprovante de residência, título de eleitor e referências bancárias com mais de seis meses. Aliás, onde você estava com a cabecinha? Você por acaso compra um carro sem fazer um test-drive? Garanto que para adquirir roupas seus critérios são mais rigorosos. Aliás, He-Man sabe que a maioria das mulheres acaba agindo assim. Ficam horas experimentando um vestido para descobrir se lhe engorda, mas é econômica na avaliação dos pretendetes. E você, leitor, vê se aprende essa: "mulher detesta cara grudento". O Homem mais Forte do Universos está puto hoje. Amiguinho, por mais pentelho que seja, use passe o fio dental nos seus dentes. Até a próxima!

19 comentários:

Cíntia disse...

Pobre Gruud.
E pobre Elis, claro.

Como diria um amigo meu, "maturidade não tem idade".

Surfista, eu sou gruud? Ou apenas uma galanteadora barata?

Um beijo grande de longe (lugar longe e frio) ;)

Alfa disse...

Acredito que Elis tenha apostado numa relação que acreditava que valeria a pena. Só não esperava que Gruud foste este psicopata.
Alfa não sabia ou não lembrava que Elis e Gruud chegaram a namorar.

Conselho da Alfa: no primeiro encontro, se vc não conhece mt bem o cara, marquem um café, pq é rápido e dá para vc ter noção onde está pisando. Se o café der certo, passe para um jantar ou algo que dê para conversar e dure um pouco mais. Tenha certeza das impressões do dia do café. Só depois que vc tiver certeza de qm é o cara, aceite coisinhas românticas, como tomar vinho e tal. Isso evita aproximação com psicopatas, figurinhas grudentas ou até msm, como quase disse o Surfista, pessoas com bafo ahahah.Analise um homem como se ele fosse uma proposta de emprego rsrs...
Mulherada, lembrem sempre que antes só do que mal acompanhada, ok? Isso é sério! Imaginem um Gruud com vcs 24h por dia. Misericórida!!!

Surfista, fique bem!
bjs

damaria disse...

He-Man tá puto por que? É torcedor do Boca?

damaria disse...

Só para me ater ao tema e não levar mais um cartão por aqui, é muito ruim ver um homem chorar, viu? É de cortar o coração. Semana passada eu vi. Tem que ter muito sangue frio pro instinto ser maternal e não homicida ou suicida. Elis sabe das coisas.

Dzinha disse...

Então, caro Surfista, mulheres são assim mesmo. Porque, pense.......
- Quer namorar comigo?
- Não. Quero continuar beijando a tua boca, mas sem essa de compromisso.

Difícil, né? O pior é que às vezes a gente diz "sim" só por dizer. E eu tô rindo horrores aqui, porque eu fiz isso dessa vez.
:-p
Mas, ao contrário da 'sorte' da Elis, o sujeitinho não é Gruud. Ao contrário. O que pode ser bom, já que me deixa soltinha, igual arroz de vó.

Beijocas

Márcia disse...

Não é culpa da pobre Elis que Gruud seja um louco-psicopata-carente-suicida. Ela teve a melhor das intenções, tadinha.

iso9002. disse...

Amo muito tudo isso.

Elis disse...

Surfista,

Como eu estou oficialmente na semana de implicar com vc, pergunto: Desde quando deixei de ser musa?? Esta faltando esse marcador. rs.

Um dia vc me ensina a olhar com meus olhos azuis da msm maneira que os seus castanhos encantam e demonstram todas as suas intenções.
O que é ótimo, pq além de sedutores são especialmente verdadeiros.

Quanto ao Gruud, eu tenho medo dele até hj! Mas eu o entendo, o cara é carente. Só que não sou eu quem vai suprir isso, né?

Gostei muito do comentário da dzinha. É isso que as mulheres pensam quando recebem essa proposta, msm não estando afim de assinar contrato.

Quanto a Alfa! Quem conhece o Gruud não imagina que ele seja psicopata. Os nossos amigos em comum que o digam. Portanto, esse tipo de noção só da pra ter convivendo.

Surfista, amei o texto.. já deu pra rir muito lembrando da história. Já apaguei as mensagens pra nem lembrar do ocorrido.

Beijinhos

Alfa disse...

"Um dia vc me ensina a olhar com meus olhos azuis da msm maneira que os seus castanhos encantam e demonstram todas as suas intenções.
O que é ótimo, pq além de sedutores são especialmente verdadeiros".
Essa Elis diverte a Alfa rsrs...
Bom fim de semana!

Dudu disse...

Pessoas tipo o Gruud tem aos montes por aí. Mas achei legal por parte da Elis de fazer o processo paulatinamente, de forma a 'acostumá-lo' à rejeição. Pouca gente por aí tem a mesma paciência e compaixão.

Mas agora ao que parece ela aprendeu a lição: logo de início temos que perceber os sinais de que estamos numa ROUBADA, pra nao chegar a esse ponto lacrimejante

Dani Amorim disse...

Pouco tempo atras conheci um sujeito num forro (mas um forro de qualidade, ta?), amigo de uma amiga, que parou em mim a festa inteira, ate ficarmos. 5min depois do 1 beijo, encontramos um casal de amigos dos pais dele: "Tudo bom?! Essa eh Dani, minha futura namorada!". Fiz cara de: Eh cuma?! E assim foi por longos 2 dias. Depois deu uma sumidinha bãããsica, q eu ja tava prevendo. Tinha show de chiclete, etc, programas "com a galeeera" (Urrggghhh) e demais comportamentos do "tipico natalense classe media" como diz um amigo meu (se bem q o comportamento da Beverlly Hills natalense anda mto pior...). Depois de uma semana o sujeito reaparece, ligando. Sabe que me deu uma preguiiiiça de apertar o botao verde do celular? Nao atendi. E vez por outra ele pergunta por mim na empresa a minha amiga.
*Alem de td, de ser ôco (depois falo sobre essa saga haha), alienado, ainda RONCOU como uma britadeira 15seg q cochilou no meu ombro no carro... Deu medo, tentei correr a tempo.

Ele tentou ser escrotinho comigo e nao deu certo. Mas isso so sabe quem está com ele. Pq td mundo q o conhece so fala bem, teve até uma ex-paciente minha que me viu com ele no forro e me escreveu por depoimento perguntando se a gente tava namorando, que ele era um cara mto legal, pelo menos na escola (sim, ela botou c essa ressalva).

Resumo da opera pra quem nao leu acima: So sabe quem passa. Neguim disfarça mto bem...

Sarah disse...

Caí no seu blog de paraquedas, mas adorei!
Textos inteligentes, assuntos interessantes e o melhor de tudo: conselhinhos básicos ao final.
Me tornarei leitora assídua!

Quanto ao assunto da vez, é difícil ser mulher sozinha mto tempo pq o povo começa a perguntar "cadê o namorado, o noivo, coitadinha nem um ficante?". Daí qdo aparece um legalzinho a menina topa na hora. Já digo, vamos nos valorizar!!!

Alfa disse...

Dani, vc tem razão, mas tem uns homens que já cheiram a problema. Esses a gente tem que apurar para saber se a informação é real ou não. Já outros, só tem como saber depois que caímos na ladainha. Faz parte do nosso aprendizado, né?

Sarah, concordo com vc! A diferença é que estou exigente com homens, pq não quero sair com qq um. Daí, o Surfista diz q vivo num mundo cor de rosa. Vai entender!

iso9002 disse...

Amado Surfistinha, cadê vc para comentar os nossos comentários?
Essa parte da 'brincadeira' é tão esperada quanto os textos novos.
Beijinho debaixo de chuva pra vc.

(Tô muito meiga hj, quase adesiva kkkk).

Bruninha disse...

Sinto que a Alfa se empolgou com seu blogger!!!
Ela responde todo mundo.. rss...

Surfista disse...

VOLTEI!!! Após uma semana de batente incansável (e uma aventura nova), sobrevivi! Peço desculpas pela ausência. Enquanto estive fora, vejo que a minha querida fêmea Alfa tomou conta do cafofo.

CÍNTIA, você é uma mocinha de valor inestimável que está longe de ser grudenta ou barata.

ALFA, muitas coisas acontecem entre o céu e a terra sem que você saiba. Impressionante, não? Fica bem também.

DAMARIA, do alto da sua sabedoria eterniana, He-Man é um ser alheio ao futebol. Só o Surfista é um torcedor patológico. Bom, eu confesso ser um fraco diante de lágrimas. Poucas coisas no universo me derrubam tanto quanto uma mulher chorando.

DZINHA, você é ímpar. Aliás, adorei o termo "arroz de vó".


MÁRCIA, Elis fez o dela.

ISO9002, que bom! Andei sumido por afazeres profissionais que me consumiram durante os últimos oito dias.

ELIS, estou... estou... nas nuvens diante de elogio tão especial aos meus humildes olhos. E você colocou bem: musa também é cargo vitalício.

DUDU, Elis sabe das coisas, rapaz. É uma em um milhão.

DANI, os "Gruuds" são seres que se camuflam muito bem.

SARAH, seja bem-vinda. Obrigado pelo elogio, pela visita e pelos olhos atentos.

ISO9002, de novo. Cá estou.

BRUNINHA, pois é. É a ALFA SURFISTINHA.

Bibi disse...

Tenho um bocado de medo de 'Gruuds'. Já passei por coisas que até Deus duvida. Mas percebi que muitas vezes eles são apenas carentes; não é que estejam apaixonados, tanto faz quem seja a namorada, eles só querem ter com quem compartilhar esse grude todo.

Mas, vou te dizer... tem mulher que gosta e MUITO! :)

Bruninha disse...

Femea sua querida femea Alfa + Alfa surfistinha.. rs.. to ficando com ciúmes desses titulos!!

Surfista, to tristinha por causa da prova.. :(

Bibi tem razão.. tenho amigas que só se apaixonam se o cara virar gruud.. Ai o casal vira aquele chiclete de duas cores misturado insuportável.. Ai quanta carência nesse mundo!

Beijosss

Alfa disse...

Surfista,
Estou com saudades de vc, sumido!
Bruninha, relaxe com a Alfa, pq ela apenas observa e não ataca amigos rsrs...