domingo, 28 de setembro de 2008

Tropa Alfa

Segundo o Discovery Channel, toda manada tem a Fêmea-Alfa. Resumidamente, é aquele elemento que influencia as atitudes do grupo. No caso dos humanos, a Fêmea-Alfa é a mulher que costuma decidir qual será o programa da noite, qual pizza será pedida ou qual mesa será escolhida na boite, dentre outras pequenas soluções.

A Fêmea-Alfa é, naturalmente, a líder. Ela não faz força, não exige. Acontece, e pronto. Mas, se existe o equilíbrio (o tal do yin/yang), há um elemento contrário: a Fêmea-Empata. Essa figura é presente em quase todas as reuniões femininas e tem algumas características claras:

§ Reclama de tudo.
§ Quer voltar para casa cedo.
§ Tem sempre um conselho para dar.
§ Quer tomar conta de todos.
§ Bota defeito em todos os homens que se aproximam.
§ Se acha a pessoa mais antenada do mundo.
§ Não bebe, e quando bebe fica bêbada e ainda mais chata.

Enfim, a Fêmea-Empata é a Fêmea-Alfa do Mundo Bizarro. Ela anda com uma nuvem negra sobre sua cabecinha atribulada.

Estou explicando os perfis de uma e de outra para poder contar a história de Demóstenes, guerreiro calejado por muitas madrugadas na esbórnia. Sua estratégia de approach é observar o grupo (mulher está sempre em bando, reparou?), escolher o alvo e identificar a Alfa. Ao fazer contato com a manada, ele tenta ser simpático especialmente com a líder. Se ela o aprovar, ele poderá investir no seu alvo primário sem perigo de que o grupo torça o nariz e o afaste.

Parece estúpido, mas Demóstenes jura que funciona.

Numa dessas investidas, Demóstenes conquistou a aceitação da Alfa e passou a descascar sua lábia cafajeste no ouvidinho de uma morena de olhos verdes. Tudo ia bem, até que:

- Lucinha, vamos para casa? – uma garota se intrometeu no papo, que fluía lindamente entre Demóstenes e a Moreninha.

- Agora? – o casal respondeu ao mesmo tempo.

- Tá tarde.

- Morgana, nem deu três horas ainda – Moreninha sabia que a noite é uma criança. Demóstenes, por sua vez, reconheceu a Fêmea-Empata no ato.

- Tô cansada.

"Mulher chata dos infernos...", pensou Demóstenes, mas segurou a onda para ver que rumo a conversa seguiria.

- Olha, Morgana, pode ir. Eu vou de táxi. Não se preocupa.

- Não, não, eu levo você em casa – Demóstenes pegou a deixa. A Moreninha sorriu e concordou.

- Nãããããããão, você veio comigo e vai voltar comigo – Empata queria realmente atravancar a alegria alheia.

- Não precisa, Morgana. Deixa que eu volto com ele.

- Não concordo. Você acabou de conhecer o cara. Vai que ele é um psicopata.

Depois dessa, Demóstenes não se controlou...

- Qual é, gordinha? Vai ficar de empata?

Uma simples palavra fez o tempo fechar, e a Fêmea-Alfa não estava por perto para apaziguar:

GORDINHA!

A garota nem era gorda, mas Demóstenes tinha outra teoria:

"Se quiseres ofender uma mulher, não insulte sua mãe. Chame-a de... gordinha"

A Gordinha, quer fizer, Morgana foi possuída pelo Caboclo Xingador e recitou todos os palavrões conhecidos pela língua portuguesa – e alguns com origem tupi-guarani.

Fim da noite: Demóstenes terminou a festa sozinho, mas gargalhando horrores. Morgana (Fêmea-Empata) foi embora e arrastou a Moreninha de olhos verdes, que conseguiu deixar seu telefone com Demóstenes antes de ser abduzida.


QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?
Amiguinho, todo grupo possui realmente um elemento Alfa, aquele que domina pelo carisma. Não é exclusivamente uma mulher, mas, por acaso, costuma ser. Sabe por quê? Sabe? Eu conto. Porque as mulheres exercem um domínio silencioso e eficaz. Sexo frágil é o cacete! Elas nos fazem de gato e sapato sem suar a camisa e desmanchar a maquiagem. Por causa delas, existe o gênero comédia-romântica. Por causa delas, os poetas se tornam imortais. Por causa única e total delas, os homens ficam bocós. Toda mulher tem um pouco de Leila Diniz e do talento Alfa. O lance é que algumas desvirtuam e viram Empatas. Ema, ema, ema, cada um com seus pobremas. Bom, mas a real sorte é que elas ainda não perceberam esse poder em sua plenitude. Se descobrissem, eu e você, amiguinho, estaríamos lascados. Amiguinhas, tenha discernimento na hora de aporrinhar uma outra coleguinha durante uma conversa com sexo oposto. Mulher chata é uma raça insuportável! He-Man está com a macaca hoje!!!

15 comentários:

Pedro Favaro disse...

mulher enchendo o saco quando eu estou conversando com a amiga é foda.
Dá vontade de perguntar pra gordinha se ela n quer participar de um menage.

Barbara Góes disse...

hahaha...

adorei o blog... ri muito lendo aqui...
Realmente, as mulheres não tem noção da metade do poder que elas, têm..

Vou linkar o seu lá...

bjao

damaria disse...

Não tenho amiga dessas. Ainda bem. Mas um bando de "alfas" gera outros tipos de problemas.

Muleka disse...

Essa era empata mesmo. Mas e a moreninha era o q além de amiga pra não dicidir o q queria?
Eu tinha uma amiga assim, eloa parou de me chamar pra sair depois que eu decidi ficar em uma balada. Das duas uma, ou tem inveja ou é ciúmes, não é possível. Bjs *)

Cíntia disse...

Como assim, "nada ainda"?
Mandei faz umas 2 semanas!

Enfim, tenho uma amiga que estava Empata na minha última saída em bando. Ainda bem que a Fêmea Alfa conseguiu removê-la do caminho.

Beijo!

E que M&(¨%@$# de Correios!

Dzinha disse...

Ai, adoro!!
Menino, eu tive uma Empata na minha vida um tempo. Que saco... mandei catar coquinho. Fala sério se quero uma Empata no meu caminho.. logo eu, que estou mais pra mulher alfa..

Saudade dos seus comentários no blog, menino.
Beijos

tink disse...

"Sexo frágil é o cacete!" hahaha Não há mais nada a acrescentar. Candidata a melhor afirmação do ano. ;)

Anônimo disse...

Então a Chita sentou no colo do He-man?? kkkk
Surfista, essa história de ter que ir e voltar com as amigas é coisa de adolescente, nénão? E entre minhas amigas, não tem nenhuma fêmea-alfa!
Bjs
Lyla

contorcionista disse...

Pra mim, A coisa não rolou porque o cara não era o MACHO-ALFA, pois só o líder da espécime masculina sabe driblar a fêmea-empata e conquistar a fêma-alfa na mesma noite. Touché!

www.balzacsemprozac.blogspot.com

Dudu disse...

O problema do Demóstenes é ficar isolado no ataque, entre os zagueiros. Porque o antídoto infalível para uma Fêmea-Empata é o Guerreiro-Amigo. É aquele cara que limpa os cacos depois da destruição. Que chega com o pé levantado quando fecha o tempo.

Numa situação dessas, o Guerreiro entretem a Femea-Empata deixando o time rolar a bola e buscar o gol. É o verdadeiro meio-campo de contenção. :)

Ps: blog novo, mas o antigo continua "funcional"

Marcela Fernanda disse...

Adooro,
ja tinha vindo aki antes, mas não tinha olhado com atenção... Agora sim! Post magnifico! Beijos

iso9002 disse...

Impressionante como se supera.
Adoro!
Bjs.

Anônimo disse...

Espero que eu não tenha sido a fêmea empata aquele dia no conversa afiada. Ai ai ai, será que perdi o meu posto de alfa e virei empata?
bjs

Surfista disse...

CONTORCIONISTA, aí é que você se engana, mocinha. O Macho Alfa sabe a hora de recuar e a hora de atacar. Ele guardou o cartucho para uma segundo oportunidade e mandou bem.

FAVARO, eu compreendo a sua indignação.

BÁRBARA, seja bem-vinda. Fico feliz por seus olhos atentos e por sua indicação.

MARIA, as Alfas não andam em bando. É muito ego junto.

MULEKA, vai entender, né?

CÍNTIA, nada ainda. Deixa estar.

DZINHA, toda mulher tem uma amiga empata. Faz parte do pacote.

TINK, esse foi um depoimento visceral.

LYLA, tem sim. Todo grupinho tem um elemento Alfa, mesmo que provisório.

DUDU, há guerreiros solitários e guerreiros com senso de equipe. Vai de cada um, mas sua estratégia é genial!

MARCELA, seja bem-vinda! Obrigado.

ISO, você é suspeita, mas obrigado.

ANÔNIMA (NÃO TÃO ANÔNIMA), se tivesse rolado alguma coisa, você teria sido uma ultra-empata. Como não rolou, você mantém o cargo de Alfa favorita. Já te falei antes: você precisa medir a sua maternidade com os amigos. A Tropa é grandinha e sabe se virar. Beijo.

Anônimo disse...

Obrigada pelos conselhos e por ser a Alfa preferida ahahah.
Aliás, tenho um comentário alfa para fazer, mas não aqui, pq alfas são discretas ahahaha (Caso eu esqueça, amigo e festa)
bjs