terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

A estranha noite de Cassandra e suas amigas

Essa é mais um história de Cassandra, minha bela estagiária de humor cáustico. Lembra dela?

Certa noite, Cassandra resolveu sair com as amigas solteiras. Atitude natural para um grupo de universitárias com estrogênio fervilhando em suas veias femininas. As três beldades moram em Niterói e decidiram visitar um boate que estava em alta na cidade. Prefiro não revelar o nome, mas sei que lá a vida é doce.

Mal sabia Cassandra que sua noite não terminaria em Niterói. No fim de tudo, ela agradeceria aos céus por ter ficado na Sprite Zero o tempo todo.

Ao chegar no tal lugar, o segurança fazia questão de tumultuar a entrada para formar fila e parecer que a boate é disputada.

Ó, que novidade...

Elas esperaram na fila, e assim que entraram no ambiente, Cassandra se apavorou: a lotação era para umas 100 pessoas. Para piorar, a impressão era de que quem estava lá era amigo do segurança, ou do barman, ou da promoter. As três fizeram o reconhecimento do terreno em dois minutos e dezessete segundos (um recorde olímpico), pois a boate era do tamanho da sua sala e da sua cozinha.

- Se algum desconhecido faz aniversário e convida os amigos, perfeito! Você está de penetra na festa do fulano. Vamos sair desse muquifo - decretou Cassandra.

- Vamos beber alguma coisa antes - sugeriu Lucrécia, a amiga ponderada. O argumento foi aceito e decidiram aproveitar a promoção de birita da boate. O drink era liberado para as damas até a meia-noite: uma mistura de um líquido azul com outro troço sem álcool. O resultado era uma bebida com gosto de detergente.

Pois é, beber não seria uma opção. Decidiram fazer uma reunião no banheiro. Na porta dos toaletes, uma primeira surpresa: o moço que vendia cigarros no banheiro masculino estava dormindo na porta. Ainda não era meia-noite.

No banheiro feminino, as três amigas descobriram que a senhora que vendia cigarros no banheiro era muito solidária e tinha pena dos mais precisados. A tiazinha ouviu o papo das jovens e sugeriu que elas picassem a mula daquele pardieiro o mais rápido possível. Bom, se a funcionária não recomendava a casa, era melhor sair logo.

As três atravessaram a pista de dança agarradas às bolsas, pois a boate não tinha chapelaria. Pegaram o primeiro táxi que viram e a atravessaram a ponte Rio-Niterói. A noite ainda era uma criança e Cassandra tinha uma última consideração:

- Até que a boate era nostálgica. Parece com bons tempos de infância quando fazíamos festinhas no playground – as três riram.

No centro do Rio, as garotas entraram em outra boate famosa. A madrugada já estava avançada o lugar parecia a mansão erótica de "De Olhos Bem Fechados", aquele filme do Tom Cruise, sacou?

- Deve ter feromônios no ar-condicionado. Todos os caras estão no cio, menina – ponderou Lucrécia.

- Oba! – Samantha era a amiga serelepe de Cassandra.

Quinze minutos depois, Samanta e Lucrécia já haviam descoberto o amor. Samantha percebeu que poderia amar várias vezes naquele local. Pediu licença para ir ao banheiro e deixou o seu primeiro príncipe encantado a ver navios. Cassandra observou tudo e decidiu continuar bebendo Sprites Zeros, pois sabia que havia uma imensa probabilidade de dar merda. Ela estava certa.

Enquanto Lucrécia descobriu um amor mais sincero, Samantha logo encontrou um novo amor: um cara alto e forte, que chamarei de Emo. Você entenderá.

O primeiro Príncipe percebeu que fora trocado e resolveu discutir a relação. Empurra daqui. Xinga dali. Samantha confessou que ficou muito excitada com a confusão instaurada por sua presença morena. Príncipe I e Emo discutiram, mas não chegaram às vias de fato. Cassandra percebeu que o problema poderia crescer e sugeriu que elas fossem embora imediatamente.

Samantha não curtiu a idéia, mas acatou a liderança da minha estagiária. Ela era a única sóbria do trio. No caminho do caixa, Samantha reencontrou Emo e decidiu reviver os momentos de paixão.

- Você viu que aquele babaquinha ameaçou me bater? – Emo puxou assunto.

- Eu vi. Não tem problema. Você se garante.

- Tudo bem, mas se ele me bater, você me desculpa se eu chorar?

Emo revela-se. Aliás, taquelpariu! Que raio de comentário é esse? Como pode? Depois dizem que eu invento as coisas nesse blog. Diante de uma dessas, nem eu acreditaria.

Cassandra e Lucrécia pagaram suas contas e voltaram para reencontrar Samantha. Elas a encontraram chorando. Vou acelerar a conclusão, pois isso aqui está ficando longo demais. Resumo da ópera em 10 tópicos:

1. Príncipe I encontrou Emo e Samantha em plena confraternização bucal, manual, carnal etc. Você entendeu.
2. Príncipe I cumpriu sua promessa e bateu no Emo.
3. Emo também cumpriu sua promessa e chorou.
4. O segurança, que não tinha nada a ver com a história, botou os dois para fora debaixo de sopapos.
5. Samantha perdeu os telefones dos seus dois novos amores.
6. Samantha perdeu o próprio telefone na confusão.
7. Lucrécia anotou o telefone do seu pretendente.
8. Cassandra contabilizou 36 tocos na mesma noite e ficou p. da vida com as amigas, especialmente com a Samantha.
9. As três riram muito da história.
10. As três decidiram sair novamente no próxima sábado.




QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?

Amiguinhas, He-Man admira os homens que assumem suas fragilidades. O Homem Mais Forte do Universo sabe que o macho que pede colo à mulher amada merece respeito e consideração. Ele é um sujeito raro e digno de valor. Mas, um cidadão maior de idade que declara que vai chorar diante de um desafio não conta com a minha benevolência. Esse indivíduo merece um puxão de orelhas e ir para a cama sem Nescau. Onde já se viu uma coisa dessas? Amiguinho, se você quiser demonstrar que é um cara sensível, tudo bem. Mas, não faça uma bestialidade dessas. "Se ele me bater, você me desculpa se eu chorar?". Ai, meu saco eterniano! Maldita MTV e seus emos do inferno. Vou te contar, viu? Amiguinho, jogue o lixo no lixo. Tome conta da sua cidade. Até a próxima!
.

32 comentários:

Amanda Hora disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Um homem froxo desses ñ merece consideração...
Sem mais comentários haha

maria disse...

Lucrécia, rs
Era esse o nome que não tinha aparecido ainda né?

"Samantha" disse...

HUAUAAUHAUHAUHAA
ADOREI!

Elisa Castro disse...

Que lugar é esse que só tem aberração????
O primeiro pega a gata no meio da noitada e já acha que ganhou o direito a propriedade e o outro chora quando apanha?????
Era um circo?????

Como dizia o poeta: antes só do que mal acompanhada.....

Até

Surfista disse...

ELISA, você é do Rio? Se for, aposto que conhece (pelo menos de nome) o estabelecimento. Digamos que o dono do lugar seja o Mário - em miniatura.
;)

A Truculenta disse...

Tb acho que é tudo culpa da MTV. Maldita MTV!
Mas olha, eu fui pro rio no carnaval de 2008 e agora no reveillon e vou te falar... os cariocas são MTO xavequeiros de balada! Aqui eu não faço metade do sucesso q fiz ai nas baladas. E mais, vcs ficam mesmo de namoradinho das ficantes! è só romance esse rio de janeiro!
heheh
beijos

maria disse...

Rio de Janeiro tem NIGHT, não tem balada!

(não resisti, não resisti!)

A Truculenta disse...

Resposta pra Maria:
Pô meu, mal aê! ;)

Surfista disse...

MARIA e TRUCULENTA, eu sugiro que vocês resolvam suas diferenças "bairrísticas" de uma forma civilizada. Particularmente, eu recomendo uma luta em trajes sumários e em um ringue de gel. Como o bafafá começou no blog, eu teria a árdua função de assistir e mediar a peleja. Pensem no assunto! Beijos platinados.

Dudu disse...

É triste ler isso de Niterói... Na "minha época" era um dos grandes destinos na noitada, especialmente a Le Villonge. Ainda assim, é um dos lugares com maior concentração de mulher bonita que eu conheço

E quanto a casa mal assombrada onde elas foram, protagonizei nela uma cena típica do filme 'Esqueceram de Mim'. O que a cerveja, o sono e um pé maior que os degraus não fazem numa escada ? ;)

By the way, nesse fim de semana é o último show do bangalafumenga antes do carnaval. Se estiver na pilha me sinalize por email

Dudu disse...

PS.: Truculenta, por essas e outras que eu ADORO essa cidade, mesmo sendo o 'purgatório da beleza e do caos'. Eu não saberia viver numa cidade sem a simpatia e o lirismo do Rio

maria disse...

Senta. E espera.

maria disse...

E agora que li o comentário do Star... hehehe... por acaso vc se lembra da escada do Picadilly Cafe depois da reforma? A coisa foi tão feia que acho que ninguém riu na hora.

Leandro Marlon disse...

Você recebeu um selo!
Visite - www.espaco-nerd.blogspot.com


;D

Danfern disse...

Niterói é uma terra curiosa..realmente o "casa DE fulano" q vc citou em outro post é bem esquisito...e o enroladinho de queijo e presunto, nosso popular "joelho", que lá eles chamam de italiano? Saudades dos tempos de Uff...

Nada a ver com o post, mas vi isso aqui e lembrei da tua listinha:

http://br.cinema.yahoo.com/noticias/10572317

Saludos

Veru disse...

hauhauahuahahauau, Principe I e Emo foi demais!!!!!! XD

Meu passado me condena disse...

Típica night que merece terminar com um brigadeiro de panela rindo do ocorrido!

PS: I´m back! :)

Mulherzinha Sim! disse...

Jesus, que engraçado! Fiquei imaginando a cara do Emo dizendo isso... Talvez, eu mesma teria dado uns tapas nele só para vê-lo chorar. rsrsrs

E coitadinha de Cassandra... 36 tocos? "Essa minha deve estar com algum problema".

Bárbara Pereira disse...

Ainda bem que a gente envelhece. Imagina um homem de 40 dizendo isso para uma mulher? Internação já!!!

Surfista disse...

SAMANTHA, que surpresa agradável. Fico feliz por você ter gostado do meu relato sobre o acontecido. Volte sempre. Beijo.

AMANDA, de fato!

TRUCULENTA, faço minhas as palavras do DUDU. O Rio é uma cidade calorenta e calorosa.

DUDU, excelente ponderação.

LEANDRO, obrigado!

DANFERN, o link não abriu. A observação sobre o joelho foi ótima. Eu tinha esquecido.

VERU, obrigado pela visita. Volte sempre!

MULHERZINHA, maldita raça chorona!

BÁRBARA, tivesse ele 20, 30 ou 40. Nada justifica tamanha falta de discernimento.

OBRIGADO A TODOS!

A Truculenta disse...

Surfista, agora não sei qdo volto pro Rio! Talvez em algum feriado, mas nada planejado ainda! =/
beijos
ps.: esquece a briga no gel. Não vai rolar! rs

Veruzka disse...

hauhauhauha poo, ate nos comentarios tu fala coisa engracada! assim nao vale!! Agora vou ter q ler comentario tb??? Vc faz o q? marketing?? XD muito boa a ideia da luta no gel, desculpe Truculenta mas como carioca tenho q torcer p/ maria! XD (hauhauha zoacao c/ vcs ta, so p/ por mais lenha na fogueira!)
E siim, agora vou vir sempre!! Vc conseguiu, Surfista, segundo blog q eu passo a visitar c/ frequencia! (p/ vc ver como leio blogs! - nada contra blog, mas sou tao s/ tempo q tem q me cativar MESMO p/ me fazer bater ponto!!)
bjus!!

Veruzka disse...

Puts, depois q escrevo isso, vejo q o seu perfil ta bem la em letras garrafais... MARKETING!! :/ Bem, antes de achar q eu to adivinhando coisas, pode ser q meu subconsciente lembrou disso, pois eu ja possivelmente vi o profile da primeira vez q vim e não lembro... =P
Ah, eu não tenho blog, mas como meu mail eh do gmail ele me pôs ai como blogger...

Surfista disse...

PASSADO CONDENÁVEL, bom ter você por aqui de novo!

VERUSKA, na verdade, eu trabalho com comunicação - com alguma atuação em marketing. Os comentários são parte importante do texto. Tenho a obrigação moral e cívica de responder aos pitacos da galera.

TRUCULENTA, poxa, nenhuma chance de briga no gel??? Raios!

Elisa Castro disse...

Surfista, sou do Rio sim e estava certa .... elas estavam num circo!!!

Hahaha!

Adriana disse...

hahaahha...engraçadíssima a tua descrição.Samanta e etc,era Sex and the city???Um emo de verdade deveria mesmo chorar, não me surpreende.Gostaria de saber da próxima noite.hum...

Naiade disse...

kkkkkkkk...esta pérola merecia ir pro tudopalhaço.blogspot.com....rsrs nova classificação de palhaço...mto sem noção...enfim,´´otima história surfista,como sempre sua escrita é mto engraçada, irônica e agradável....e as lições e conselhos do He-man, imprescindíveis hehe
bjo, nai ;)

Surfista disse...

ELISA, com picadeiro, palhaços e tudo!

ADRIANA, Cassandra se tornará figurinha fácil deste blog. Outras aventuras surgirão.

NAIADE, você observou bem. Esta singela história poderia cair nos ares do HTP, blog que sou fã. Obrigado pelos elogios. Volta sempre!

"Cassandra" disse...

Lavando a honra...
Apenas esclarecendo que os 36 tocos foram dados por mim e não recebidos.
hsauhsa adoro esse blog!

Veru disse...

Po, deu p/ entender q a Cassandra q deu os tocos, nao deu nao?? O_o" Eh ruim hem q uma mulher tao bonita (conforme a descricao do Surfista) ia levar 36 tocos, cai de maduro q nao, ne! Se nem as feias levam.... (tem homem q pega qlquer coisa, vamos combinar!)
Que legal, a personagem ganhou vida e ta respondendo, hauhauha!!

Rhayanna disse...

nem me lembro como cai ai aqui esse blog é muito dez. haiuhauihai

Anônimo disse...

http://markonzo.edu redo biofreeze compensating tempurpedic aemergency sheltech ashley furniture accustomed allegiant air courtesy keno hostel dishnetwork councilroom chowkidar orbitz sexiness orbitz iwrrc adjustable beds kusaka