sexta-feira, 4 de março de 2011

A canção da vingança

Ah, a vingança. Troco. Revanche. Vendeta. O prato a ser servido frio. A inspiração para tantas tragédias gregas. O combustível de A Noiva para sobreviver e matar Bill. A motivação de Conan, o Bárbaro. O rancor em ação. Enfim, uma das características mais humanas entre todas as possíveis e o principal ingrediente da história de Clementina, grande amiga minha e bem gata, por sinal.

Mas, a história de Clementina começou com outro ato muito humano: a traição.

Após seis anos de namoro, nossa heroína descobriu que seu namorado estava pulando a cerca. Ela não contratou detetives, não pegou o cara com a boca na botija, não ouviu fofocas ou desconfiou de algum comportamento suspeito. Clementina achou tudo no Facebook.

Breve resumo do caso: por conta do seu trabalho, Aderaldo (o namorado sapeca) viajava muito. Eram semanas (ou até meses) em Angola, México, Moçambique, Venezuela e onde mais houvesse um empreendimento da sua empresa. Clementina aprendeu a lidar com a situação e segurava a barra durante os períodos de distância. Chegou até a se acostumar. Pronto. É isso.

Só que um belo dia, uma amiga lésbica de Clementina estava flertando com uma modelo mexicana. Como é muito comum hoje em dia, elas se "adicionaram" no Facebook. Para a surpresa de todos, foram descobertas fotos de Aderaldo entre beijos e abraços com a menina da terra do Chaves.

Caceta, tá certo que o cara deu um mole monstruoso ao se deixar fotografar, mas que azar, hein? O cidadão ciscou fora do terreiro lá na capital do México e foi descoberto no Rio de Janeiro através do Facebook. Rede social é fogo!

No mesmo dia, Clementina soube do caso e apurou detalhes. Terminou o relacionamento, entrou em depressão, chorou litros e perdeu 8 ou 9 quilos.

Amiga leitora, quer emagrecer? Descubra que está sendo traída.

Enganada e deprimida, Clementina deixou brotar em seu coração abatido a semente da vingança. Aderaldo seria punido em seu orgulho de macho. O telefone dele tocou e era ela.

- Quero que você saiba uma coisa, seu babaca. Lá na academia tem um gatinho que está me cantando há meses. Eu nunca dei bola, mas agora vou dar bola e muito mais. Vou sair com ele e vou deixar ele me comer de todas as formas possíveis e imagináveis. Vou fazer compras na sex-shop e dar para ele dos jeitos que eu nunca dei para você. Vou fazer o cara quicar e bater no teto. Tchau!

- Clementina, peraí. Vamos convers...

Desligou!

De fato, ela saiu com o "gatinho da academia". Realmente, ela deu para ele. A parte tragicômica da vingança é que quando ela disse que queria ser comida de todos os jeitos possíveis, o cara ficou intimidado e não conseguiu. Diante de tal pedido, ele ficou tímido.

QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?
Amiguinho, na qualidade de Homem Mais Poderoso do Universo, He-Man não tem medo de nada. Na verdade, quase nada. He-Man tem um leve medinho de mulher traída. Pois é, quando quer se vingar, a mulher enganada fica criativa de um jeito que Deus me livre. Bom, com a proximidade do Carnaval e o advento das redes sociais, He-Man prevê que vários relacionamentos vão por água abaixo por causa de fotos indiscretas. A lição é: anda na linha, amiguinho. E evite câmeras. Ah, e falando no carnaval, que invenção dos infernos é essa espuminha, hein? Até a próxima!!!

11 comentários:

maria disse...

"a vingança nunca é plena, mata a alma, blá blá blá..."

eu sou bem mais má que essa clementinha aê.

enfim...

facebook é f...!

maria disse...

clementinha não. clementiNa.

Maria disse...

ah sim, eu ando lendo henry e june, e aquela coisa toda da mente feminina da anaïs, os mecanismos de vingança e perdão na cabeça feminina... bem interessante.

Van disse...

Os homens é que são muito ingênuos em suas atitudes... As mulheres enganadas , assim vivem porque querem , porque , na verdade elas sempre sabem do terreno em que pisam...tsc tsc tsc. Adorei ! Sempre aqui. Grande Beijo.

Sandro Ataliba disse...

Hahahahaha... essas histórias me divertem. Coitada dela, quis DAR o troco, e recebeu balinha. "Que coisa triste." rs
Abraço

Lee disse...

Surfista, que saudade de ler seu blog. Confesso que fiquei com ciúmes dessa sua mudança, mas já passou!! Kkk me tira uma dúvida, assim, faz um esforcinho e me diz, os irlandeses sao lindos, do tipo daquele filme PS. EU TE AMO? Hummm? Hummm? Um grande beijo!!
Maria, essa historia é massa. O livro dela e o dele - tropico de cancer, sao maravilhosos! Boa leitura!

Surfista disse...

LEE, sem dores no cotovelo, não achei os irlandeses tão pintosos assim. As mulheres irlandesas são mais bonitas. No entanto, ambos (meninos e meninas de lá) são muito charmosos e eletantes. Acho que o frio ajuda. Ah, eu falo "de lá" porque voltei!

Sra. F disse...

Que legal que você está aqui! Veio em definitivo ou está só de "férias"? Definitivamente você combina muito mais com o calor do Rio do que com o frio da Irlanda...rs

Anônimo disse...

Agora que voltou, espero que tenha mais posts! Adoro o blog e passo sempre para saber se tem novidades.
A internet já era um bom detetive particular de graça, e agora com o facebock nada mais é tão privado... Cuidado moços e moças!!

Navegante disse...

O cara deu muito mole... Mas mole MESMO deu o menininho da academia. HAHAHAHAHAHAHAHA Deus não dá asas a cobras! :D

Mulherzinha Sim! disse...

Outro dia fui para uma night com um menino que tava querendo voltar para a namorada... No meio dos flashes, ele foi bem sincero e pediu para eu não colocar a foto em nenhuma rede social. Como eu não queria pagar de futura namorada e nem infernizar a vida dele, guardei apenas de recordação. Agora tem homem que se acha espertalhão...