quinta-feira, 3 de junho de 2010

Smirnoff é um bom camarada

Mulheres ficam mais divertidas quando bebem. Ao contrário dos homens, elas perdem a aura de elegância e viram gente como a gente. Henriqueta, por exemplo, me contou a bela história de um dos maiores porres dos seus 23 aninhos.

Liberta, DJ!

Henriqueta chegou à festa de formatura com certo atraso e resolveu recuperar o tempo perdido imediatamente. Sem qualquer rodeio, foi ao balcão da birita e olhou no fundo dos olhos do barman.

- Eu quero um drink, mas não quero que você faça essas bebidinhas aguadas para tapear. Capricha na vodka.

- Demorou!

Quinze minutos depois, Henriqueta já estava na garupa do Bozo. Daí para frente, ela deu um trabalho imenso para a amiga-anja-da-guarda.

Amiga-Anja-da-Guarda: utensílio essencial às mulheres que bebem. A Amiga-Anja é aquela que fica sóbria e toma conta da colega manguaçada. Entre as suas utilidade está evitar que ela exagere no vexame, segurar a cabeça da moribunda na hora de vomitar e salvá-la dos tarados. Homem não tem Amigo-Anjo. Quando o sujeito fica bêbado, o camarada filma e bota no Youtube para zoar depois.


Quase à 1 hora da manhã, Henriqueta teve uma epifania de que deveria ligar para o ex-namorado e dizer um montão de verdades. Com muita dificuldade, catou o nomezinho do infeliz na agenda do celular e ligou. Disse tudo aquilo que estava engasgado. Falou, falou, falou e falou.

- Não vai dizer nada, seu babaca? Responde, vai? Otário! Manézão!

A Amiga-Anja pegou o telefone e percebeu que a amiga tinha esquecido de apertar o botão de discagem. Ufa!

Já vendo o mundo no universo paralelo do rebolation, Henriqueta foi dançar. Na primeira música, quebrou o salto do sapato. Tirou os calçados e bailou que nem o Luis Caldas: com os pés no chão viscoso. Cansou de requebrar e foi rever o amigo do bar. Tomou mais um drink calibrado na vodka e teve uma ideia legal: "ora, por que não escalar a pilastra?".

Com vestido caro, maquiagem borrada e descalça, Henriqueta se atracou à pilastra e tentou chegar ao teto. A Amiga-Anja foi resgatá-la de novo.

Não satisfeita, Henriqueta subiu em uma cadeira para (sic) "ter uma visão melhor da festa". Só não caiu por intervenções da Amiga-Anja e do santo padroeiro dos pinguços.

Fula da vida, a Amiga-Anja decidiu que o caso estava perdido. Ela tinha que levar Henriqueta para casa, para o hospital ou para o AA – o que estivesse mais perto. Para fechar a noite, Henriqueta chamou o Raul no pé do manobrista.

No dia seguinte, Henriqueta acordou com os pés imundos, suando com aroma de Smirnoff, sentindo um gosto de vassoura na boca e com uma dúvida terrível:

- Onde foram parar os meus sapatos?

QUAL A MORA DA HISTÓRIA,
HE-MAN?
Amiguinho, reza uma lenda que mulher quando fica bêbada, tira o sapato, diz que ama alguém e chora. Henriqueta só seguiu a cartilha no quesito do sapato. Enfim, vamos aos recados rápidos e diretos: 1) um Engov antes e um Engov depois, 2) durante o porre, o bêbado deve se hidratar, e 3) para finalizar, se não sabe brincar, não desce para o play. Só isso! Estou sem muita inspiração hoje. Amiguinho, mesmo dentro da bagunça, tente organizar minimamente as suas coisas. Até a próxima!!!

5 comentários:

Ruiva disse...

Ótima história com os micos da Henriqueta. Adorei.

Pô, quando eu fico bêbada, não acontece nada disso. Mas eu ou fico impossivelmente tarada ou impossivelmente com sono.

Nadja G. disse...

Por essas e outras que eu não bebo. Odiaria perder meus sapatos! Pus, já fui muito amiga-anja nessa vida. Haja saco! haha

Mulherzinha Sim! disse...

Surfista, eu poderia passar horas aqui comentando. Porém, vou resumir:

1º Eu sou uma exceção, pois quando bebo fico chata e com sono. Ou seja, se quer me ver animadinha e dançando até o rebolation, não me dê nada que contenha álcool;

2º Sou amiga-anja sempre, mas minha paciência tem limite porque se a pessoa não sabe beber, não bebe!

3º Acho mega feio mulher bêbada e pagando vários micões. Nunca vou me esquecer de uma vez que uma colega minha beijou o bebedouro na frente de um monte de colegas nossos. Essa história é lembrada até hoje e já se passaram 10 anos.

É isso.

Beijos

Anônimo disse...

Surfista:

Homem bêbado é horrível, mulher então, pior...
Concordo com os dois primeiros itens da Mulherzinha sim!
Curtindo a COPA?
Beijos
Aninha

Surfista disse...

RUIVA, tarada? Sério? Conta mais.

NADJA, toda pinguçaa precisa de uma amiga anja. Pensa pelo lado positivo, você pavimentou o seu caminho para o paraíso.

MULHERZINHA, gostei do seu resumo. A linha entre o engraçado e o contrangedor é muito tênue.

ANINHA, que bom te ver por aqui de novo. A Copa é isso aí, né? Vamos ver se engrena porque estou achando tudo medíocre.