segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Sete dias, dez observações

1. Meu maior medo é ser atropelado em Dublin. Passei a vida inteira olhando para a esquerda antes de atravessar a rua. Na Irlanda, os carros vêm da direita, da esquerda, da frente, de trás, dos céus. Eles brotam do chão...

2. Outro dia, rolou Irlanda x Rússia pelas classificatórias da Euro 2012. Parecia o Brasil em época de Copa do Mundo. Todo mundo vestindo verde pelas ruas e se amontoando nos pubs. Alguns russos também transitavam pela cidade com suas cores e bandeiras. Os irlandeses tomaram uma chinelada de 3x2, mas os torcedores saíram para beber assim mesmo.

3. Em Dublin, também existem mendigos. Muitos parecem vindos do leste europeu. Dá uma pena dos homeless passando um frio lascado e pedindo moedinhas em copos do Starbucks.

4. Todos os carros que vi no "Need for Speed 2 - Underground" estão nas ruas de Dublin. Mercedes e Audi são carros populares. Mas, postos de gasolina são raros...

5. Na Penney's, o casaco que você pagaria 500 reais no Barrashopping sai por 20 ou 30 euros. Aliás, é engraçado perceber que a maior rede de loja de departamentos da Irlanda se pronuncia "pênis".

6. Na minha primeira noite de sexta-feira em Dublin, passei por um pub com rock dos anos 80, um pub com música irlandesa, uma rua que lembrava o Baixo Gávea e uma boate gigante. Bebi uma pint ("páinte") em todos os estabelecimentos. Gasto total: 20 euros.

7. Alguns amigos perguntam sobre o nível da mulherada local. Estou em ótima companhia, mas adianto que aqui transitam espanholas, americanas, suecas, portuguesas, brasileiras (gaúchas) e até irlandesas, dentre outras. Tem mulher para todos os gostos.

8. Os ônibus de Dublin não dão troco. Ou você cata as moedinhas certas ou pega um "vale-refund" para cobrar da empresa.

9. Caminhando pela cidade, a impressão que tenho é que 80% da população é irlandesa e os outros 20% são de todos os lugares do planeta. Aqui tem ciganas da Bulgária, sikhs com turbantes, mulheres com véus muçulmanos, indianos e eu.

10. Conheci um irlandês gente boníssima (uma redundância, a propósito) que, ao descobrir que eu sou brasileiro, celebrou: "Brezil? Yeah! Keptáo Nassi-mên-thou! Amazing!". Cara, Capitão Nascimento é celebridade em Dublin!

Teaser: mal cheguei na cidade e encontrei uma figuraça que tem uma aventura no melhor estilo Surfista Platinado. Publico na quarta-feira.

QUAL A MORAL DA HISTÓRIA,
HE-MAN?

Amiguinho, que semana agitada. Imagino a saudade que você está sentindo dos engarrafamentos da Lagoa-Barra. Mas, lembre-se das pessoas que estão lá no hemisfério sul e que também sentem saudades de você. No mais, até entendo essa bebedeira dos irlandeses: um copo de água custa o preço de um copão de Guinness. Adivinha o que eles vão escolher? Continue se divertindo. Amiguinho, evite acumular louças na pia. Até a próxima!!!

9 comentários:

Jongleuse disse...

gostei da bandeirinha no banner do blog =)

maria disse...

pescando novas histórias pro blog.

mui-to-bem!

maria disse...

caceta... eu tenho medo da J.

nós duas comentando no mesmo horário. preciso conhecer essa guria.

RUInaldinho disse...

Cara, que vontade de conhecer outros países...um dia eu faço isso, com certeza!
Abraço, Surfista!

maria disse...

Estou em Curitiba e ontem fomos a um bar irlandês, que vendia Guiness, me lembrei de vc, mas não bebi porque, nossa, tá muuuito frio aqui, aí tomei jameson com baileys, um shot que tem um nome enoooorme, não condizente com o tamanho do drink, hehehe

Surfista disse...

MARIA, obrigado pela lembrança! Na minha próxima Guiness, eu brindarei a você!

Nadja G. disse...

Essa fase inicial é difícil mas muito gostosa também!

Estava falando com uma amiga que morou em Dublin e ela disse que os irish bebem MUITO. MUITO MESMO. Observe e depois confirma!!

Boa sorte aí!

Beijos

Surfista disse...

NADJA, foram necessários três dias para perceber que os irlandeses bebem muito (muito mesmo). Haja Guiness!

Sadhana disse...

Nossa surfista, to torcendo muito por ti guri....
Que tu sejas muito, muito e muito feliz!!!